Após não ao Sport, Carlos recebe nova oportunidade no Atlético-MG

Victor Martins

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Divulgação

    Carlos atuou em três jogos do Atlético-MG em 2018 e ainda não fez gols

    Carlos atuou em três jogos do Atlético-MG em 2018 e ainda não fez gols

Carlos foi colocado pelo Atlético-MG à disposição do Sport, na negociação que envolve a troca por empréstimo de jogadores atleticanos pelo volante Rithely, do clube pernambucano. Mas Carlos não mostrou interesse em trocar a Cidade do Galo pela Ilha do Retiro. E a permanência em Minas, pelo menos neste momento, deve ser recompensada como a titularidade neste domingo.

O Atlético recebe o Tombense, às 17h, no Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Mineiro. A partida que marca o encerramento da primeira fase do Estadual vai ser uma grande oportunidade para alguns jogadores alvinegros, já que os titulares sequer foram relacionados para o confronto. E Carlos é um dos que mais aguardam por essa nova chance.

Revelação da base do clube, o atacante foi lançado por Cuca, em 2013, então com 16 anos. A história com a camisa alvinegra começou muito bem. No ano seguinte, Carlos se firmou como titular no segundo semestre, fazendo gols importantes na vitoriosa campanha na Copa do Brasil. O gol de empate, com o Flamengo, na semifinal, é o mais lembrado.

Carlos também se destacou pelo bom número em clássicos com o Cruzeiro. Foram quatro gols sobre o maior rival. O clássico de maior destaque foi pelo segundo turno do Brasileirão de 2014. O Atlético bateu o líder da competição, no Mineirão, com dois gols de Carlos, o segundo já nos acréscimos da etapa final.

Porém, o começo promissor de um jovem que foi protagonista na base, com mais de 100 gols nas três categorias que atuou, foi substituído pelas críticas e uma série de lesões. Aos poucos, Carlos foi perdendo espaço no elenco atleticano. No primeiro semestre de 2016, com Diego Aguirre, o atacante viveu um novo bom momento, com três gols na Libertadores, sendo dois em jogos de mata-mata, contra Racing e São Paulo

Bom momento, mas curto. Interrompido novamente por algumas lesões, que fizeram Carlos atuar muito pouco pelo Galo no segundo semestre daquele ano. Foram somente sete aparições, já num momento de forte concorrência, pois o Atlético também tinha Fred e Lucas Pratto no elenco.

No ano passado, Carlos seguiu para o Internacional. Empréstimo de uma temporada. A passagem pelo Rio Grande do Sul foi longe do que planejava o jogador, que chegou ao Beira-Rio falando em fazer 22 gols em 2017. Reserva em boa parte da Série B do Brasileiro, Carlos deixou o Inter com 31 partidas e seis gols.

Nesta volta ao Atlético, o centroavante de 22 anos é reserva de Ricardo Oliveira. Foram apenas três jogos no ano e nenhum gol marcado. Neste domingo, diante do Tombense e após o não ao Sport, Carlos vai ter a chance de justificar o motivo de tanto querer seguir na Cidade do Galo. Apesar de classificado, o Atlético ainda não garantiu uma das melhores colocações na próxima fase do Mineiro, que dá a vantagem de jogar em casa nas quartas de final. Grande oportunidade para Carlos e os demais reservas que vão para o jogo.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG X TOMBENSE

Data: 11 de março de 2018, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Motivo: 11ª rodada do Campeonato Mineiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Marcus Vinícius Gomes (CBF) e Augusto Magno Ramos (ambos MG)

ATLÉTICO-MG: Cleiton, Samuel Xavier, Iago Maidanda, Bremer e Danilo; Arouca, Gustavo Blanco, Tomás Andrade, Marco Túlio e Luan; Carlos.
Técnico: Thiago Larghi (interino).

TOMBENSE: Darley, David, Anderson, Wellington Carvalho e Bruninho; PH, Felipe Baiano e Caio César; Everton, Cássio Ortega e Rubens.
Técnico: Ramon Menezes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos