Dedé lamenta vacilo em empate, mas valoriza invencibilidade do Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Cruzeiro

    Zagueiro lamentou o gol de empate sofrido pelo Cruzeiro aos 41 minutos do segundo tempo

    Zagueiro lamentou o gol de empate sofrido pelo Cruzeiro aos 41 minutos do segundo tempo

O zagueiro Dedé lamentou um dos raros lances de perigo do Patrocinense no empate do Cruzeiro por 1 a 1, encerrando a primeira fase do Campeonato Mineiro. Na cidade de Patrocínio, o time da capital jogou com o time reserva e saiu na frente com Rafael Marques, mas sofreu o empate com Genesis (em posição de impedimento), já no final da partida. Titular pela terceira vez no ano, o defensor chamou a atenção para o descuido no momento do gol, mas valorizou os 29 pontos alcançados pelo time na primeira fase do estadual (nove vitórias e dois empates).

Foi um vacilo nosso, mas é tranquilo de corrigir. Jogo muito pesado, com um time bastante mexido. Mas acho que fizemos uma boa partida. Não tem muito o que falar, tivemos o domínio, mas também é mérito dos caras que correram pra caramba. Fizemos o possível para sair com a vitória, mas vamos embora bem e consciente. Graças a Deus não perdemos a invencibilidade.

Antes mesmo de o Cruzeiro inaugurar o marcador, Dedé já tinha realizado uma boa intervenção para evitar o gol da Patrocinense. Após uma boa jogada ensaiada na entrada da área, o lateral Ângelo cruzou rasteiro, mas o zagueiro afastou de carrinho quando a bola já tinha passado pelo goleiro Rafael.

Agora, Cruzeiro e Patrocinense voltam a se encontrar, desta vez pelas quartas de final do Campeonato Mineiro. Líder da primeira fase, a Raposa vai receber a equipe de Patrocínio no Mineirão, mas terá que vencer para se classificar. Uma nova igualdade levará a decisão para os pênaltis.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos