Topo

Futebol


Erik 'pede passagem' no Atlético-MG e pode ser titular contra o Cruzeiro

Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro
Frequentemente utilizado por Larghi, Erik briga com Otero por uma vaga no time titular Imagem: Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Do UOL, em Belo Horizonte

2018-03-31T04:00:00

31/03/2018 04h00

O técnico Thiago Larghi não revelou nomes, mas disse que ainda tem dúvidas no Atlético-MG que vai começar a partida contra o Cruzeiro, domingo (1), às 16h (horário de Brasília), na primeira final do Campeonato Mineiro. Uma delas é o atacante Erik, reforço do início do ano que já desbancou Róger Guedes e hoje é concorrente direto com Otero na equipe principal.

Nos últimos jogos, Erik dividiu com Otero as atenções de Thiago Larghi. Quando foi questionado sobre o assunto, o interino alegou que faz suas escolhas baseadas também no adversário seguinte. Nas quartas e na primeira semifinal, Erik levou a melhor, mas o venezuelano foi quem começou jogando no último compromisso.

"Eu sou um atleta muito de grupo. Quando você tem o grupo unido, forte, você tem que fazer seu melhor. Mas não temos reservas e titulares. A cada jogo, as coisas mudam muito. Me sinto titular e me sinto bem, mesmo quando eu estou no banco"

A favor de Erik está a explosão e a velocidade, além de ter mais cacoete para chegar dentro da área com mais facilidade para a finalização. Otero chama a atenção pela disciplina tática e principalmente pelas cobranças de falta, seu ponto mais forte.

Dos 18 compromissos do ano, Otero atuou em 14, sendo 11 como titular, um só a menos que Erik. Por algumas vezes, ambos jogaram juntos dentro de campo, mas a possibilidade de isso se repetir no clássico é pouco provável devido ao bom momento de Luan, que ocupa o setor direito do campo.

Larghi também estuda um sistema com nenhum dos dois em campo. Outra alternativa que não é descartada pelo treinador é optar por um esquema com três volantes e sem Otero ou Erik.

Atualmente, Adilson é o principal marcador no meio. Se ganhar a companhia de Gustavo Blanco, a nova formação daria a Elias mais liberdade para apoiar, como gosta de fazer o veterano.

Porém, para isso acontecer, algum dos três nomes do meio-campo deixaria o time. Como Cazares é o principal organizador e Luan atravessa boa fase, não haveria mais vaga para Otero ou Erik no time. Neste sábado, o Atlético-MG ainda realiza seu último treinamento antes do clássico, mas a atividade não será aberta para a imprensa, como aconteceu durante a semana. Desta forma, o time que começa a decisão do Mineiro só será conhecido horas antes de a bola rolar domingo no Independência.

Mais Futebol