Discussão entre Robinho e gandula gera confusão em Atlético-MG x Cruzeiro

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

O fim do jogo entre Atlético-MG e Cruzeiro, pela ida da final do Campeonato Mineiro, foi marcado por uma confusão. Robinho se desentendeu com um gandula e deu início a uma confusão bem maior no gramado do estádio Independência.

O meio-campista foi na direção do garoto contratado pelo Galo ao término do confronto que ficou 3 a 1 para o mandante e o fato gerou uma confusão ainda maior. O cruzeirense alega que um membro da comissão técnica adversária o chutou durante a briga.

"A gente voltou ligado e o jogo foi praticamente nosso. Acho que esse gol aí tem tudo para nos dar uma reação em casa. Ali, no final, o médico ou o massagista me chutou, parece. Depois o Romero foi perguntar para ele porque ele tinha chutado. Eu nem percebi isso. Mas faz parte do clássico", disse Robinho.

Lucas Romero e Elias trocaram empurrões na beira do gramado e jogadores das duas equipes tiveram que evitar uma confusão com danos maiores para ambas as partes.

Mano Menezes afirmou que não viu a confusão entre as partes e explicou o que ouviu dos atletas no vestiário do Independência:

"Não vi nada. Não vi absolutamente nada. Vi o bolo, me parece que tinha acontecido alguma coisa com o gandula. Me parece que o gandula chutou algo na direção do Robinho. O Atlético ganhou o jogo da gente. Então é hora da comemoração deles. No domingo, esperamos que seja a nossa", declarou.

Luan, meia-atacante do Atlético, também falou sobre a situação: "Me empurraram ali, mas não tem problema não, faz parte do jogo, é clássico. Eles provocam fora de campo e a gente responde dentro. Agora temos mais 90 minutos para dar nosso melhor e ser campeão".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos