Reis do clássico? Números provam fator decisivo de T. Neves e Arrascaeta

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

    Dupla tem alto rendimento contra o Atlético e provou ser decisiva mais uma vez

    Dupla tem alto rendimento contra o Atlético e provou ser decisiva mais uma vez

Falou em clássico? Chama Thiago Neves e De Arrascaeta que eles resolvem. Autores dos gols que garantiram a vitória e o título mineiro do Cruzeiro contra o Atlético, os meias mostraram mais uma vez o fator decisivo que possuem no maior jogo do estado. Com participações diretas na maioria das partidas, sejam em gols ou assistências, a dupla se firma cada vez mais como carrasco do clube alvinegro.

Reserva no jogo da ida, Arrascaeta entrou no segundo tempo da partida no Independência e foi responsável pelo gol de honra que deu sobrevida ao Cruzeiro na final. No último domingo, o camisa 10 começou jogando e inaugurou o placar no Mineirão, abrindo caminho para a conquista da taça. Aos três minutos, o meia se antecipou ao zagueiro Leonardo Silva e cabeceou firme para vencer o goleiro Victor. O gol foi o sexto do uruguaio em jogos contra o Atlético. Além disso, Arrascaeta deu outras três assistências, alcançando a ótima marca de nove participações em gols nos 13 clássicos jogados.

Maior garçom do Cruzeiro no ano passado, Thiago Neves também chama atenção pelos gols marcados contra o Atlético. Aos sete minutos da decisão, Neves recebeu o cruzamento rasteiro de Robinho aos sete minutos do segundo tempo, se antecipou ao marcador e finalizou firme sem chances para Victor. O gol do meia garantiu os 2 a 0 no placar e consequentemente a taça do estadual.

Maior contratação celeste da última temporada, Thiago Neves entrou em campo por oito vezes contra o maior rival. O gol que valeu o título mineiro foi o quarto dele com a camisa do Cruzeiro. Além dos tentos, o meia também contabiliza duas assistências em clássicos.

Podem jogar juntos?

Um é constantemente convocado para servir a Seleção do Uruguai, o outro foi contratado a peso de ouro e provou que ainda tem muito futebol. Por isso, o pedido do torcedor do Cruzeiro é para ver Thiago Neves e Arrascaeta juntos em campo. Em 2018, Mano viu Rafinha se destacar e a formação não foi possível. Contudo, na primeira final mineira o jogador não foi bem, o que levou o técnico a sacá-lo em troca de Arrascaeta, surtindo efeito positivo ao time. Agora a expectativa para os próximos dias e jogos ficará por conta da provável equipe titular. Mano já acenou que a dupla Neves/Arrasca podem, sim, jogar juntos. Restará saber se isso será feito no Brasileirão e na sequência da Libertadores.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos