Topo

Futebol


Rodriguinho marca e dá assistência em vitória do Cruzeiro contra Tupynambás

Pedro Vale/AGIF
Estreia diante da torcida teve gol e assistência de Rodriguinho no Mineirão Imagem: Pedro Vale/AGIF

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

2019-02-10T18:52:49

10/02/2019 18h52

O Cruzeiro recebeu o Tupynambás neste domingo e venceu sem dificuldades por 3 a 0. Jogando no Mineirão, a equipe celeste teve como principal destaque a estreia de Rodriguinho diante do torcedor. O meia balançou as redes e ainda deu uma assistência. Os outros gols da tarde foram marcados por Fred e Rafinha.

Com o resultado, o Cruzeiro foi aos mesmos 14 pontos do líder América, mas segue na segunda colocação apenas por causa do saldo de gols. A Raposa tem nove, enquanto o Coelho soma 11.

Apesar do placar animador, antes da partida, a equipe celeste divulgou uma notícia nada animadora para seus torcedores. Thiago Neves teve um novo problema na panturrilha direita e não tem previsão de voltar aos gramados. Além do meia, Robinho também não foi relacionado.

Quem foi bem: Rodriguinho sai ovacionado, mas divide méritos

Com um gol e uma assistência, Rodriguinho certamente foi um dos melhores jogadores em campo. Mas o Cruzeiro também contou com a excelente partida de outros atletas. Os méritos vão também para Rafinha e Marquinhos Gabriel.

Fred marca pelo 4º jogo seguido e encosta em Ricardo Oliveira

Desde o clássico mineiro contra o Atlético, o atacante Fred abriu a porteira de gols e não parou mais. De lá para cá, o camisa 9 também marcou contra o Boa, Villa Nova e Tupynambás (na comemoração, mostrou a tarja preta utilizada pelos jogadores em homenagem às vítimas da tragédia no Ninho do Urubu. Agora já são quatro gols no Mineiro, um a menos que Ricardo Oliveira, atual artilheiro.

Cruzeiro dita o ritmo e Rodriguinho marca pela primeira vez

O Cruzeiro jogou "para o gasto". Sem fazer muito esforço, a equipe controlou bem a partida e ditou seu ritmo. Mesmo com Rodriguinho distribuindo as bolas pelo meio, a equipe usou mais as laterais do campo para atacar, com Rafinha e Marquinhos Gabriel bastante acionados. E foi pelo lado esquerdo que a equipe chegou ao primeiro gol sem dificuldades. Egídio lançou Marquinhos Gabriel, que cruzou rasteiro para Fred, dentro da pequena área, balançar as redes. Após o gol, a Raposa não deixou de atacar e seguiu melhor. Ainda antes do intervalo, Rodriguinho abriu a bola para Rafinha e correu para a área. O companheiro retribuiu o bom passe com um cruzamento na medida para o recém-chegado marcar seu primeiro gol com a camisa estrelada.

Tupynambás mostra audácia, mas pouca técnica

Era visível que o time de Juiz de Fora era tecnicamente inferior ao Cruzeiro. Nem por isso a equipe deixou de pelo menos esboçar algumas ações ofensivas ao gol de Fábio. A melhor delas foi com Geovani, que fintou Leo e caiu dentro da área, mas a arbitragem mandou o jogo seguir. Sem se fechar e buscar somente o contra-ataque, o Tupynambás ainda tentou outras descidas, mas não foi páreo para a forte defesa celeste, e não ameaçou.

Cruzeiro não desacelera e fecha a conta com Rafinha

O Tupynambás tentou voltar ao segundo tempo dando um gás a mais, principalmente nos primeiros minutos. Mas o Cruzeiro voltou a tomar as rédeas da partida e seguiu em cima. Já que as ações eram predominantes pelas laterais, Rodriguinho caiu pela esquerda e de lá fez o cruzamento para Rafinha aparecer dentro da área para anotar mais um. Com o placar feito faltando ainda mais de meia hora, Mano Menezes aproveitou a oportunidade para promover as entradas de Jadson, Raniel e Renato Kayzer ao time, que não deixou de atacar, mas encerrou a partida com o triunfo por 3 a 0.

CRUZEIRO 3x0 TUPYNAMBÁS

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Data/Hora: 10/02/2019, às 17h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Gabriel Murta Barbosa Maciel
Assistentes: Leonardo Henrique Pereira e Welington Pereira Neto

GOLS: Fred, 14'1ºT (1-0), Rodriguinho, 44'1ºT (2-0), Rafinha, 14'2ºT (3-0)
Cartões amarelos: Egídio (CRU), Léo Salino, Lucas Hipólito, Gregory (TUP)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: 11.021 pagantes/14.176 presentes/R$166.735,00

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Romero; Rodriguinho (Jadson), Rafinha (Renato Kayzer) e Marquinhos Gabriel; Fred (Raniel). Técnico: Mano Menezes

TUPYNAMBÁS: Renan Rinaldi; Gustavo, Adriano, Felipe Gregory e Lucas Hipólito; Leandro Salino, Léo Salino, Marcel e Igor Soares (Téssio); Geovani (Matheus Pimenta) e Ademilson (Eraldo). Técnico: Felipe Surian.

Mais Futebol