UOL Esporte Mundial Sub 20
 
07/10/2009 - 16h52

Com um a menos, Alemanha vence a Nigéria e pega o Brasil nas quartas

Os números da primeira fase mostravam um amplo favoritismo da Alemanha diante da Nigéria. Mas o elenco europeu sofreu para comprová-lo. Suportou a pressão de atuar boa parte do segundo tempo com dez em campo e, com um gol anotado nos acréscimos, ganhou de virada por 3 a 2, em Suez (Egito). Seu adversário na fase quartas-de-final será o Brasil, que eliminou o Uruguai.

Assim, todos os duelos da próxima fase estão definidos. Na sexta-feira, a Coréia do Sul enfrenta Gana, enquanto a Itália joga diante da seleção da Hungria. No sábado, a Costa Rica pega os Emirados Árabes, além do confronto entre brasileiros e alemães.

Hoje, os alemães entraram em campo embalados por uma bela campanha na primeira fase quando venceram duas partidas (Estados Unidos e Camarões) e empataram contra a Coréia do Sul. Já a Nigéria só se classificou como um dos quatro melhores terceiros colocados. Seu único resultado positivo ocorreu diante do frágil Taiti, o pior selecionado do torneio.

Essa diferença, no entanto, não se transferiu para dentro de campo. Os alemães até começaram melhores. Aos 4min, com Sukuta-Pasu quase fez o primeiro. Dez minutos depois, Kempe bateu fraco e desperdiçou outra oportunidade. Mas a Nigéria cresceu em campo. Com uma marcação forte, dava poucos espaços para o time alemão e levava perigo ao rival.

Aos 33min, Ighalo quase marcou o primeiro dos africanos. A postura do adversário assustou os europeus, que só tiveram mais uma chance, com Sukuta, aos 42min, numa cabeçada que exigiu complicada defesa de Okafor. No geral, os nigerianos tiveram mais posse de bola (quase 60%) e finalizaram mais (sete, contra quatro da Alemanha) na etapa inicial.

O segundo tempo começou eletrizante. Aos 5min, a defesa alemã saiu jogando errado, Osanga aproveitou e cruzou para Uchechi fazer 1 a 0. Teve pouco tempo para comemorar. A resposta foi rápida. Somente um minuto depois, Kopplin foi lançado e igualou o placar. Parecia que a partida ficaria equilibrada. No entanto, Kempe recebeu cartão vermelho, aos 18min, e deixou os alemães com um a menos em campo.

Isso custou caro. Apenas quatro minutos mais tarde, Ibrahim dominou e fez o segundo. Por incrível que pareça, a Alemanha não se intimidou e conseguiu o empate, aos 30min, com Vrancic. Quando a partida caminhava para a prorrogação, o inspirado Kopplin pegou a bola no seu campo de defesa e, aos 48min, concluiu para o gol: 3 a 2.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host