UOL Esporte Mundial Sub 20
 
07/10/2009 - 13h27

Emirados Árabes vencem Venezuela de virada e pegam Costa Rica nas quartas

Em um duelo disputado que caminhava para a prorrogação, a seleção dos Emirados Árabes venceu a Venezuela, de virada, por 2 a 1, no estádio Mubarak, em Suez, nesta quarta-feira, e se classificou para as quartas de final do Mundial sub-20. A vitória apertada só veio com um gol aos 38 minutos do segundo tempo marcado por Khalil.

  • AFP PHOTO/KHALED DESOUKI

    Ahmed Khalil (d) celebra com o companheiro Sultan al-Menhali ao fazer o gol da vitória dos Emirados Árabes sobre a Venezuela por 2 a 1

Agora, os árabes vão enfrentar a Costa Rica no sábado, às 15h, em Cairo. Após campanha irregular na fase de grupos, os costa-riquenhos surpreenderam ao vencer por 2 a 0 e eliminar o anfitrião Egito, diante do estádio Internacional do Cairo lotado. Os gols foram marcados por Mena e Ureña.

A seleção do Oriente Médio se juntou a Hungria, Gana, Itália, Coreia do Sul, Costa Rica e Brasil, já assegurados na próxima etapa do Mundial Sub-20. Alemanha e Nigéria medem forças ainda nesta quarta-feira, às 15h, em Suez, para definir a última vaga, justamente o adversário da seleção brasileira.

Na primeira fase, a Venezuela avançou em segundo no grupo B com seis pontos, atrás da Espanha com nove. Já os Emirados Árabes terminaram a fase classificatória com quatro pontos na vice-liderança da chave F, dois a menos que a Hungria.

O time sul-americano começou a partida impondo pressão com ao menos quatro chances até os dez minutos, o que obrigou o goleiro Yousif a trabalhar bem. Dessa forma, aos 12min Rondon abriu o placar e se tornou um dos principais artilheiros da competição.

Mas a seleção dos Emirados Árabes mudou a postura e passou a incomodar. Dez minutos depois, Mohd deixou tudo igual. Os venezuelanos, no entanto, não se abalaram e continuaram buscando a vitória. Aos 34min, acertaram a trave. No fim do primeiro tempo, foram os adversários quem novamente cresceram no jogo novamente.

Diante da alternância de domínio, as estatísticas mostraram um primeiro tempo extremamente igual. Com posse de bola de 50%, cada equipe finalizou oito vezes e cometeu 12 faltas. A única diferença é que a Venezuela acertou a meta uma vez a mais.

Na etapa final, o equilíbrio continuou sendo a marca da partida com os times criando chances, mas com dificuldades para finalizar. No momento que os sul-americanos pressionavam e tinham o domínio, os Emirados Árabes chegaram ao gol nos minutos finais. Aos 38 minutos, Khalil selou a vitória de virada e a classificação.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host