UOL Esporte Mundial Sub 20
 
07/10/2009 - 14h48

Seleção celebra maturidade e admite favoritismo no Mundial sub-20

O Brasil conquistou uma vitória convincente sobre o Uruguai pelas oitavas-de-final do Mundial sub-20. Após o triunfo por 3 a 1 desta quarta-feira, os jogadores elegeram a maturidade adquirida pela equipe como principal responsável pelo resultado. Animados, os atletas também admitiram pela primeira vez que a seleção pode ser vista como a favorita ao título no Egito.

"Todas as seleções que passaram são muito boas e mereceram. Mas o Brasil é favorito. É claro que precisamos manter a humildade, mas temos condições de chegar longe. Tivemos tranquilidade para marcar e controlamos o jogo", ressaltou o meia-atacante Alex Teixeira, autor de dois gols no duelo desta quarta.

Com a vitória, o Brasil assegurou a classificação para a próxima fase contra o vencedor do confronto entre Alemanha e Nigéria. Se vencer novamente, o time verde-amarelo ficará a duas partidas da conquista do pentacampeonato na categoria.

"Todos no elenco já estão em grandes times e mostraram muita maturidade para vencer. Precisamos seguir assim. A seleção brasileira é favorita mesmo sem jogar, mas acredito que mostramos porque somos favoritos. Só que isso não entra em campo. Então não podemos perder essa maturidade", salientou o meia Giuliano.

"O Brasil é favorito em qualquer competição e aqui não é diferente. Sabemos que temos adversários bem complicados, mas temos uma equipe muito boa. Hoje fizemos nossa melhor partida no campeonato e agora precisamos manter essa sequência", completou Boquita.

O técnico Rogério Lourenço, por sua vez, adotou um discurso mais ameno. O comandante da seleção revelou que logo após a vitória sobre o Uruguai tentou combater o oba-oba dos atletas no vestiário e pediu humildade até o fim da competição.

"Assim que acabou a partida, falamos no vestiário: temos que comemorar, pois foi uma partida duríssima, mas ainda não ganhamos nada. Ainda tem muita coisa pela frente, e todos ficaram cientes disso", completou o treinador, que não contará com a presença dos suspensos Rafael Tolói e Souza na próxima etapa do Mundial.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host