UOL Esporte Mundial Sub 20
 
11/10/2009 - 10h20

'Renascida', Costa Rica promete ser ofensiva para eliminar Brasil

O Brasil não deve esperar nenhuma retranca da Costa Rica quando entrar em campo para disputar a semifinal do Mundial sub-20 na próxima terça-feira. O técnico do time centro-americano, Ronald González, prometeu manter o estilo ofensivo da equipe e afirmou que seus comandados estão "renascidos" após a goleada sofrida por 5 a 0 para a seleção verde-amarela na primeira fase.

EFE
González promete manter a ofensividade que trouxe a Costa Rica até a semifinal
BRASIL NÃO TEME RETRANCAS
BRASILEIROS NEGAM CANSAÇO
OS CONFRONTOS DAS SEMIFINAIS
"Vocês [da imprensa] sabem o que aconteceu em Port Said. Mas o Brasil é um time que muda bastante e renascemos depois daquela partida. Ficaremos mais atentos, mas sem abandonar nosso estilo ofensivo que nos trouxe até aqui", destacou o treinador.

A Costa Rica assegurou a classificação para a semifinal do campeonato após uma série de altos e baixos ao longo do Mundial. O time avançou na primeira fase após uma combinação de resultados e embalou a partir das oitavas-de-final.

Primeiro, a Costa Rica aplicou 2 a 0 sobre o Egito, que contava com o apoio de 70 mil pessoas no Estádio Internacional do Cairo. Depois, o time derrotou os Emirados Árabes em uma vitória dramática por 2 a 1, conquistada somente no último minuto da prorrogação.

"Nossos jogadores fizeram um grande esforço para avançar e essa é uma campanha histórica para o nosso país. Nunca chegamos tão longe em um Mundial e precisamos comemorar. Estamos cansados, mas ao mesmo tempo prontos para mais", destacou González.

"Enfrentar o Brasil é sempre complicado, e eles mostraram que seguem fortes depois de derrotar a Alemanha. Tentaremos ao máximo fazer uma partida muito melhor do que a primeira, é claro. Só assim poderemos ir à final", completou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host