UOL Esporte Mundial Sub 20
 
13/10/2009 - 16h50

Brasil bate Costa Rica no sufoco e vai à final do Mundial contra Gana

O Brasil está na decisão do Mundial sub-20. Mesmo sem apresentar um futebol vistoso nesta terça-feira, a seleção cumpriu seu papel e derrotou a Costa Rica na semifinal por 1 a 0, com gol de Alan Kardec. Desta forma, o time verde-amarelo se classificou para enfrentar Gana na final e brigar pelo pentacampeonato da competição.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
15min - Guzmán cobra falta da intermediária com força. Atento, Rafael se estica e faz boa defesa para evitar o gol.
40min - Diogo cruza a bola da esquerda para o meio da área. Alex Teixeira acerta o cabeceio, mas manda nas mãos de Alvadado.
42min - Após boa jogada individual de Ganso, Souza arrisca chuta rasteiro de fora da área. A bola resvala no defensor rival e sai rente à trave da Costa Rica.
44min - Em lance de contra-ataque, Urena domina a bola na entrada da área e chuta rasteiro. Rafael cai no canto e espalma para escanteio.
SEGUNDO TEMPO
8min - Giuliano se livra da marcação na direita e toca para o meio da área. Souza domina e chuta forte, mas Alvarado mostra ótimo reflexo e salva a Costa Rica.
21min - GOOOLLL DO BRASIL!!! Bruno Bertucci cruza da esquerda. A bola atravessa a área até os pés de Alan Kardec, que chuta forte para abrir o placar.
38min - Souza cobra falta direto para o gol. A bola passa perto, mas sai acima da meta de Alvarado.
40min - Guzman cobra falta rasteira, no canto esquerdo de Rafael, e a bola passa raspando a trave.
CONFIRA IMAGENS DO JOGO
CONFIRA A PÁGINA DO MUNDIAL
LEIA MAIS SOBRE A SELEÇÃO
NARRADOR ERRA EM GOL
Sem mostrar a mesma qualidade ofensiva dos últimos jogos no Mundial, o Brasil encontrou muitos problemas diante da marcação costa-riquenha e até mesmo recebeu vaias da torcida egípcia no fim da partida. Ainda assim, conseguiu avançar à sua sétima decisão do Sub-20.

"Não é sempre que você atua no seu melhor, mas o importante é que nunca desistimos. Tivemos poucas chances, mas aproveitamos uma delas e fomos para a final. É hora de comemorar e a partir de amanhã já pensar no jogo contra Gana", comentou Kardec após o duelo.

Favorito ao título, o Brasil chegou à semifinal deste sábado respaldado por sua melhor campanha no Mundial nas últimas duas décadas. Não só isso, como o time canarinho já havia derrotado a Costa Rica por 5 a 0 na estreia da competição e só precisava manter a forma para se classificar. No fim, a seleção esteve longe de repetir a atuação daquela partida, mas fez o suficiente para seguir na briga pelo título.

Com o retorno dos volantes Souza e Maylson à equipe, o Brasil começou o duelo com total domínio da posse de bola no meio-campo. Diferentemente do que prometeu o técnico Ronald González, a Costa Rica foi para o jogo com uma postura defensiva e só conseguiu se aproximar da área verde-amarela após 15 minutos de jogo.

Mesmo com controle das ações pelo meio e 70% da posse de bola, a seleção teve problemas para criar chances claras de gol. Satisfeita com o empate provisório, a equipe centro-americana manteve a postura até o intervalo e assegurou o placar sem alterações.

A etapa complementar começou com o panorama da partida inalterado. Aos poucos, o time comandado por Rogério Lourenço passou a ganhar terreno liderado por Paulo Henrique Ganso e deixou a Costa Rica acuada.

Até que aos 21min, a seleção finalmente conseguiu sair na frente. Alan Kardec mostrou oportunismo e abriu o placar após cruzamento de Bruno Bertucci. Depois do gol, a equipe sul-americana seguiu com o controle da partida até os instantes finais, quando a Costa Rica passou a pressionar, mas sem evitar o triunfo verde-amarelo.

"Estou muito orgulhoso da forma em que reagimos após a goleada na primeira partida. Atuamos com alegria e prazer e fizemos uma boa apresentação, mas fomos superados com justiça por um grande adversário", ressaltou o técnico Ronald González.

Agora, o Brasil ganha mais dois dias de descanso antes de encerrar a maratona de jogos no Mundial nesta sexta-feira. Já a Costa Rica volta a campo no mesmo dia para decidir o terceiro lugar diante da Hungria. Ambos os jogos acontecem no Estádio Internacional do Cairo.

BRASIL 1 X 0 COSTA RICA

Data: 13/10/2009 (terça-feira)
Local: Estádio Internacional do Cairo, no Cairo (Egito)
Árbitro: Alberto Undiano (Espanha)
Auxiliares: Fermin Martínez e Juan Yuste Jimenez (ambos da Espanha)
Cartões amarelos: Maylson, Diogo, Bruno Bertucci, Souza, Giuliano (BRA); Leal, Mena, Varela, Guzman, Smith (CRC)
Gols: Alan Kardec, aos 21min do segundo tempo

BRASIL
Rafael; Wellington Júnior, Dalton, Rafael Tolói e Diogo (Bruno Bertucci); Souza, Maylson (Renan), Giuliano, Paulo Henrique Ganso e Alex Teixeira (Boquita); Alan Kardec
Técnico: Rogério Lourenço

COSTA RICA
Alvarado; Mena, Smith, Leal e Blanco; Madrigal (Hernández), Guzman, Varela e Estrada (Guevara); Martinez (Castro) e Urena
Técnico: Ronald González Brasileiros comemoram gol de Alan Kardec na vitória que garantiu a vaga na final Amr Nabil/AP

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host