Atlético-PR goleia Cascavel e respira contra o rebaixamento no Paranaense

Do UOL, em São Paulo

  • Fabio Wosniak/Site Oficial/Atlético-PR

    Zé Ivaldo cabeceou com firmeza para marcar pelo Furacão na Arena da Baixada

    Zé Ivaldo cabeceou com firmeza para marcar pelo Furacão na Arena da Baixada

Uma rodada a menos. Historicamente acostumado a brigar pelas primeiras posições do Campeonato Paranaense, o Atlético-PR venceu o Cascavel por 4 a 0 neste sábado, na Arena da Baixada, e se afastou um pouco da ameaça do rebaixamento. Os visitantes atuaram com um jogador a menos em parte do segundo tempo após a expulsão de Marco Tiago, que recebeu dois amarelos. Os gols foram marcados por João Pedro, Zé Ivaldo e Matheus Anjos (duas vezes).

O Furacão, que vem atuando com time reserva no estadual e ainda disputará três jogos na primeira fase, subiu para a sexta colocação e alcançou a marca dos 10 pontos, cinco a mais que o grupo da degola. Os oito primeiros se classificam para o mata-mata. Os próximos três compromissos do Rubro-Negro serão em Curitiba: J. Malucelli no Ecoestádio, Cianorte em casa e Paraná na Vila Capanema.

No entanto, é importante ressaltar que todas as outras equipes ainda entrarão em campo pela oitava rodada, de modo que a situação na tabela pode mudar. A vida do Cascavel não está menos complicada: antepenúltimo colocado com sete pontos.

Começou cedo

Poucos minutos foram necessários para que a torcida do Atlético-PR se levantasse na Arena da Baixada: Luis Enrique recebeu cruzamento de Nicolas e foi derrubado por Marco Tiago. Na cobrança, João Pedro escolheu o canto direito do goleiro Darci e abriu o placar para o Furacão aos seis do primeiro tempo.

O garoto de 20 anos ainda garantiu uma assistência na partida. Aos 22, João Pedro cobrou escanteio pela direita e viu Zé Ivaldo subir com categoria para ampliar a vantagem do Atlético com um bonito toque de cabeça.

Mexeu bem

Autuori colocou Renan Lodi e Matheus Anjos em campo na metade do segundo tempo. O primeiro fez boa jogada e acionou o meio-campista, que cortou os adversários e tocou para o fundo da rede. A zaga do Cascavel ainda tentou tirar em cima da linha, mas não impediu o gol. Onze minutos depois, Matheus Anjos cobrou falta com perfeição e fechou a conta da goleada.

Chance para todos

Em meio à disputa da Copa Libertadores, na qual o Furacão vive lua de mel, o técnico Paulo Autuori tem escalado um time alternativo no Campeonato Paranaense. A exceção neste sábado foi o goleiro Weverton, titular da equipe que venceu o San Lorenzo por 1 a 0 na última quarta-feira, na Argentina.

No entanto, os reservas entraram em campo duplamente pressionados contra o Cascavel, uma vez que o Atlético terá quase um mês de intervalo até o próximo jogo da Libertadores contra o Flamengo, no dia 12 de abril. Isso significa que os titulares devem ser utilizados nas últimas três rodadas do Paranaense.

Oito jogos, duas vitórias

O risco corrido por Paulo Autuori quase complicou o time no estadual: com os reservas nas oito rodadas até aqui, o Atlético-PR venceu sua segunda partida neste sábado – a primeira vitória havia ocorrido no clássico contra o Coritiba pela quinta rodada. Desempenho que deixou a equipe perigosamente perto da zona de rebaixamento, uma ameaça que ainda não foi 100% eliminada.

Amarelou

O atleticano Léo caiu na área aos 32 do primeiro tempo e pediu pênalti, mas o árbitro Leonardo Sigari Zanon deu apenas escanteio. O lateral continuou fora do campo e reclamou com o assistente, motivo pelo qual ainda recebeu o cartão amarelo. 

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 4 X 0 CASCAVEL

Data e hora: 18 de março de 2017, sábado, às 16h00 (de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Árbitro: Leonardo Sigari Zanon
Auxiliares: Márcio Lopes Guerra e Petegan Picotti Moraes
Cartões amarelos: Léo, Renan Lodi (Atlético-PR)
Cartão vermelho: Marco Tiago (Cascavel)
Gols: João Pedro, aos cinco minutos, Zé Ivaldo, aos 22 do primeiro tempo, e Matheus Anjos, aos 29 e aos 40 do segundo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Wanderson (Cleberson), Zé Ivaldo e Nicolas; Luiz Otávio, Renan Paulino e João Pedro (Matheus Anjos); Yago (Renan Lodi), Luis Henrique e Douglas Coutinho
Técnico: Paulo Autuori

CASCAVEL: Darci; Raulen, João Paulo, Vitor Carvalho (Sorbara) e Marco Tiago; Henrique, Everton Dias e Charles; Evandro Roncatto (Anderson Tasca), Laionel e Wesley (Felipe Fumaça)
Técnico: Agenor Piccinini

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos