Técnico do Coritiba vê expulsão injusta e diz que pênalti foi questionável

Do UOL, em Santos (SP)

  • Reprodução

    Pachequinho, técnico do Coritiba

    Pachequinho, técnico do Coritiba

Ainda considerado interino, o técnico Pachequinho deixou o campo do estádio do Café, na noite desta quarta-feira (29), insatisfeito com a arbitragem na derrota do Coritiba para o Londrina, por 1 a 0. Para ele, tanto a expulsão de Léo Santos como a penalidade a favor dos anfitriões não foram justas.

"A expulsão e a marcação questionável da penalidade pesaram bastante, e jogar aqui sempre é difícil. Acredito que os cartões que o Léo Santos recebeu foram injustos, e a expulsão dificultou ainda mais", disse o treinador.

Outro motivo apontado por Pachequinho para a derrota foi a falta de entrosamento entre os jogadores. Com a vaga já garantida, o Coritiba foi a campo com um time alternativo.

"Tivemos finalizações, chances no primeiro tempo. E isto [expulsão] aconteceu. A falta de entrosamento pesa bastante", acrescentou o treinador.

Com a segunda colocação na primeira fase, o Coritiba enfrentará o Cascavel nas quartas de final. A segunda partida acontecerá no Couto Pereira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos