O primeiro passo após a queda: "novo" Coritiba encara Prudentópolis

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Nicolas Aguilera/AP

    Wilson segue no gol do Coritiba: imagem não foi arranhada pela queda

    Wilson segue no gol do Coritiba: imagem não foi arranhada pela queda

O clube ainda é o mesmo fundado em 1909. Mas o elenco, a diretoria, as ideias e até o estádio já são diferentes do time que caiu para a Série B nacional em 2017. O primeiro teste pra valer deste "novo" Coritiba será em casa, contra o Prudentópolis do ex-santista Julio Sérgio, neste domingo, 17h no Couto Pereira.

Em campo, uma equipe com 13 pratas da casa no elenco inscrito, num total de 25 jogadores – outros cinco ainda poderão preencher as 30 vagas do Paranaense. Thiago Carleto foi para o rival Atlético-PR, Rildo foi para o Vasco, Keirrison para o Londrina, Anderson voltou para o Inter (e rescindiu contrato)... os remanescentes da queda são poucos: o goleiro Wilson, que conta com a idolatria da torcida, os defensores Wallisson Maia, Werley e William Matheus, os meias João Paulo e Yan Sasse e os atacantes Iago Dias, Kléber e Alecsandro.

Marcelo Oliveira deu lugar a Sandro Forner, que comandou a maioria do novo elenco no Brasileiro Sub-20 de 2017, quando foi vice-campeão. É a grande aposta de uma nova diretoria que aproveitou o Estadual para dar início a pequenas obras no Couto Pereira (o que interditará parte do estádio), reatou laços com a Federação Paranaense e com a TV, assinando o contrato de transmissão dos jogos, mantém-se ainda distante dos caciques do Atlético e, principalmente, da mídia. Samir Namur, de 36 anos, assumiu o cargo e não tem concedido entrevistas, preferindo se pronunciar uma vez por mês na rádio do clube.

Matheus Galdezani, um dos destaques do time em 2017, está em litigio contratual com o Coxa e, apesar de ter feito a pré-temporada em Foz do Iguaçu com o elenco, ainda não sabe se fica. Aliás, essa é outra postura da nova diretoria: sem contrato ou com contrato a vencer e sem renovação confirmada, os jogadores são barrados. Caso de Gustavo Mosquito, promissor atacante de 20 anos que tem contrato vencendo em setembro e não acertou renovação.

Até aqui, as ações contam com o apoio da maioria dos torcedores. Atual campeão paranaense – e recordista no Estado, com 38 taças – o Coxa abertamente prioriza a preparação para a Série B e a Copa do Brasil, na tentativa de se reerguer. O primeiro passo é no domingo.

CORITIBA X PRUDENTÓPOLIS

Data: 20 de Janeiro de 2018, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Motivo: 1ª rodada do Campeonato Paranaense
Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)

Árbitro: Luiz Alexandre Fernandes
Auxiliares: João Fábio Machado Brischilari e Alessandro Antônio Gonçalves

Coritiba: Wilson; César Benítez, Thalisson Kelven, Werley e Léo Andrade; João Paulo; Simião, Ruy, Yan Sasse e Guilherme Parede; Kleber. Técnico: Sandro Forner.

Prudentópolis: Adilson; Nei, Alan Machado, João Paulo e Pina; Vitor, Safira, Cairo e Mateus; Robinho e Marcelo. Técnico: Julio Sérgio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos