Autor do 1º gol do Coritiba no ano esteve em confusão e quer volta por cima

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Comunicação CFC

    Guilherme Parede: primeiro gol e volta por cima projetada

    Guilherme Parede: primeiro gol e volta por cima projetada

Guilherme Parede começou o ano com o pé direito – ou melhor, com o pé esquerdo, o que marcou o gol do empate do Coritiba com o Prudentópolis, 1 a 1, o primeiro dele como profissional pelo clube. Aos 22 anos, revelado no próprio Coxa e envolvido indiretamente no escândalo do Caso China em 2016, Parede quer dar a volta por cima nesta temporada.

"Eu quero fazer gols, que é o mais importante para mim, e ajudar o Coritiba", disse o jogador, que esteve emprestado ao J. Malucelli e ao Ypiranga-RS, depois de ser envolvido por uma confusão no episódio em que um ex-funcionário do Coxa tentou usar o clube como ponte para dois jogadores irem para o futebol chinês – relembre o caso. Parede esteve na mesma foto dos jogadores que estavam no negócio, mas nunca esteve cotado para estar nele.

Reprodução
Dion Henrique e Guilherme Parede na sala de imprensa do Coxa: estrago poderia ser maior

Apesar disso, assumiu que teve problemas no começo da carreira. "Eu amadureci bastante, saí, aprendi muita coisa. Tive oportunidades que eu não soube aproveitar, não estava bem preparado, não tava nem aí pra nada. Hoje estou mais maduro, mais experiente e estou preparado", disse, agora com contrato renovado até 2020, "Passa muita coisa pela minha cabeça sim. Ficava aí trenando em volta do campo e para mim era muito triste, queria estar junto no grupo. Agora passa um filme bom, tudo de correr fora do campo, ficar fora de treinos, valeu a pena."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos