Técnico do Coritiba desabafa após vitória no primeiro jogo da decisão no PR

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/TV Coxa

    Sandro Forner desabafou após vitória: críticas por maus resultados no segundo turno

    Sandro Forner desabafou após vitória: críticas por maus resultados no segundo turno

Vitorioso pela primeira vez em um clássico como profissional, o técnico do Coritiba Sandro Forner não deixou escapar a chance de rebater críticas após o triunfo por 1 a 0 no Atletiba 376, que deu ao Coxa a vantagem de empatar na casa do Atlético-PR, no próximo domingo (8) para ficar com o título estadual de 2018.

Após um segundo turno em que ficou na vice-lanterna geral da competição – já estava classificado à final por ter vencido o primeiro turno – Forner foi muito cobrado e rebateu após o clássico.

"Eu não vejo ninguém falar, mas... os jogos que nós... tivemos jogos ruins, já foi admitido, falado por todos. Perdemos para o Maringá, perdemos para o Foz: nós jogamos com um time diferentes, jogadores chegando, corremos um risco. Mas eu não vejo ninguém falando nisso. Não vejo uma análise mais profunda de ninguém. Só, "o time tava mal", "o cara que chegou é ruim", "ninguém presta"... tem um contexto nisso. Lógico que não foi bom, perder pro Foz, pro Maringá, é ruim, é o Coritiba, um time grande, a gente entende. Mas tem um outro lado que a gente tem que analisar. Porque senão fica muito fácil", disse o treinador.

#ATLETIBA - Golaço de @JulioRusch !! pic.twitter.com/

1Tx9Mw2kCc

— #OCoritibaViveComVocê (@Coritiba) 1 de abril de 2018

Forner também falou sobre a estratégia da diretoria em colocar um elenco jovem no Estadual, com várias peças como o meia Julio Rusch, autor do gol de falta que deu a vitória ao Coxa. "Se valorizam outras coisas, mas não se fala sobre isso. Isso foi a proposta desde o começo, como colocar os jogadores para serem vistos. Isso me prejudicou em algum momento. Era dar experiência para esses jogadores mais jovens, com alguns mais experientes. Hoje nós jogamos com a defesa inteira que jogou comigo no Brasileiro Sub-20. Eu não sei se tem algum outro time do tamanho do Coritiba que faz isso", declarou, desconsiderando que o próprio adversário da final usa a mesma estratégia de colocar jovens no Estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos