Atlético-PR exibe clássico no YouTube sem autorização, e sinal é derrubado

Napoleão de Almeida

Do UOL, em Curitiba

  • reprodução/YouTube

Atlético-PR e Coritiba transmitiram legalmente o clássico pelo YouTube no Paranaense 2017, mas a exibição da final do estadual deste ano teve contornos diferentes. Sem o aval do rival e da Federação Paranaense, o Furacão chegou a exibir a partida na rede social para mais de 40 mil pessoas, até que o próprio YouTube cortou o sinal.

Ao contrário do Coritiba, que vendeu seus direitos para a TV Globo, o Atlético-PR não tem contrato com a emissora – que, consequentemente, está transmitindo o clássico entre Palmeiras e Corinthians para o Paraná na tarde deste domingo.

A ligação com a Globo impede o Coritiba de exibir o jogo pela internet, e a Lei Pelé exige que os dois clubes envolvidos em uma partida estejam em acordo quanto à transmissão, de modo que o mandante não pode tomar esta decisão sozinho. A RPC, afiliada da emissora no estado, se mobilizou para interromper o sinal no YouTube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos