! Mesmo com um a mais em campo, Palmeiras joga mal e só empata com S. André - 05/03/2011 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Campeonato Paulista
 
Rubens Cavallari/Folhapress

Sem Kleber e Valdivia, Palmeiras promoveu a estreia de Miguel no empate sem gols

05/03/2011 - 20h30

Mesmo com um a mais em campo, Palmeiras joga mal e só empata com S. André

Paula Almeida
Em São Paulo*

Se no meio da semana as duas expulsões do Comercial-PI permitiram ao Palmeiras uma goleada por 5 a 1 pela Copa do Brasil, neste sábado a situação não se repetiu na 11ª rodada do Campeonato Paulista. Mesmo jogando com um a mais em campo durante quase 70 minutos, o time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari parou na marcação do Santo André e não passou de um empate sem gols no Pacaembu.

Pela expulsão de Gilberto, por jogar em casa, enfrentar o vice-lanterna da competição e ter uma atuação ruim, o time da capital sentiu um gosto amargo no 0 a 0. Vale lembrar, porém, que o Palmeiras jogou sem Kleber e Valdivia, entrou em campo com um centroavante que acaba de subir da categoria de base – Miguel – e ainda chegou abalado por um problema interno entre Felipão e a diretoria.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
7min - Márcio Araújo rouba a bola ainda na intermediária palmeirense, parte em contra-ataque e rola para Patrik. O meia se aproxima da área e chuta de fora, por cima do gol de Neneca.
19min - Adriano rouba a bola da defesa do Santo André, avança até a linha de fundo e cruza rasteiro. Patrik vem de trás e chuta em cima da zaga.
19min - Bola cruzada para a área pela direita, mas Adriano chega atrasado e não alcança. A bola se perde em linha de fundo.
SEGUNDO TEMPO
3min - Luan recebe de Marcos Assunção e tenta o cruzamento, mas a bola vai em direção ao gol e Neneca faz boa defesa.
7min - UHHH!!! Neneca sai errado, Patrik fica com a bola e rola para Adriano, que faz 2 belos cortes e chuta, mas a bola passa à esquerda do gol.
19min - A defesa palmeirense se atrapalha, e Richelly chega sozinho na área, mas chuta em cima de Deola.
34min - NENECA!!! Vinícius faz boa jogada na direita, dribla dois marcadores e chuta, para grande defesa do goleiro Neneca.
44min - DEOLA!!! Richelly aparece sozinho de frente para Deola e chuta. O goleiro palmeirense faz a melhor defesa do jogo.
47min - IMPEDIDO!!! Danilo vira centroavante e faz um gol, mas o árbitro já assinalava impedimento.

Seja como for, o fato é que o Palmeiras não vence no Paulista há três jogos, despenca para a quinta posição com 22 pontos e vê o Corinthians se isolar na liderança com 24 pontos. O Santo André fica no penúltimo lugar com sete pontos e segue sem vencer no Estadual.

O jogo

Sem Kleber e Luan, jogadores que costumam ajudar bastante na marcação, a defesa palmeirense sofreu no início da partida com as subidas do Santo André. Mesmo sem oferecer grande perigo ao goleiro Deola, exceto em jogadas isoladas de Richelly, o time visitante se aventurou no ataque mais do que o esperado.

Enquanto isso, apesar de ter maior posse de bola, o Palmeiras tinha problemas na armação e também pouco assustava o goleiro Neneca. Cicinho, Márcio Araújo, Tinga e Patrik eram os que mais subiam, mas dificilmente encontravam Adriano e Miguel. Gabriel Silva estava completamente isolado e pouco conseguia produzir na esquerda.

Quando os atacantes alviverdes pareceram acordar, o Palmeiras cresceu. Em um mesmo minuto, Adriano e Miguel protagonizaram duas boas jogadas, e apesar de o gol não sair, a torcida despertou no Pacaembu. Mas a empolgação durou pouco.

Aos 24min, Gilberto fez falta em Cicinho, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, mas o que seria uma boa notícia acabou dificultando ainda mais a vida do Palmeiras. Com um homem a menos, o Santo André se fechou na defesa, e os anfitriões não conseguiam chegar perto da área. Assim, a metade final do primeiro tempo ficou entediante, e o placar permaneceu inalterado.

Insatisfeito com o ‘apagado’ Gabriel Silva, Felipão colocou Luan já no intervalo. De quebra, trocou um centroavante novato por outro e colocou Vinicius no lugar de Miguel. Inicialmente, as alterações deram certo. A esquerda, que estava praticamente inativa, tornou-se o principal setor ofensivo do time, o que permitiu a Adriano entrar mais no jogo.

Mas a mudança no panorama da partida não durou muito tempo. Ainda esbarrando na defesa andreense, os jogadores palmeirenses passaram a tentar decidir sozinhos, com chutes de longe, sem ângulo e com marcação à frente. Para piorar, Cicinho caiu de rendimento e foi substituído por João Vitor.

Felizes com o 0 a 0, os jogadores do Santo André, que cumpriam bem seu papel de evitar os gols palmeirenses, ainda aproveitaram para fazer onda em campo e pararem o jogo sempre que podiam. Ainda conseguiram oferecer perigo a Deola em duas chances claras de gol. A torcida alviverde se irritou, misturava vaias com alguns gritos para empurrar o time, mas nada adiantou, e o jogo terminou sem gols.

PALMEIRAS X SANTO ANDRÉ

Data: 5 de março de 2011 (sábado)
Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Auxiliares: Mario Nogueira da Cruz e Carlos Augusto Nogueira Junior
Público: 6.059 pagantes
Renda: R$ 198.735,00
Cartões amarelos: Patrik e Gabriel Silva (Palmeiras); Gilberto, Magno, Victor Hugo (Santo André)
Cartão vermelho: Gilberto (Santo André)

PALMEIRAS

Deola; Cicinho (João Vitor), Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva (Luan); Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga e Patrik; Adriano e Miguel (Vinícius). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

SANTO ANDRÉ

Neneca; Anderson; Marcelo Godri e Victor Hugo; Iran, Edilson (Mika), Magno, Allan (Altair) e Gilberto; Rychelly e Borebi (Igor). Técnico: Sandro Gaúcho.

*Atualizada às 23h04

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host