! Nos pênaltis, Corinthians supera trauma, vence clássico polêmico e está na final - 01/05/2011 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte Campeonato Paulista
 
Junior Lago/UOL

Julio Cesar e Ramirez comemoram classificação do Corinthians para a final do Paulista

01/05/2011 - 18h11

Nos pênaltis, Corinthians supera trauma, vence clássico polêmico e está na final

Carlos Padeiro e Luiza Oliveira
Em São Paulo

Um clássico com todos os ingredientes e polêmicas colocou o Corinthians na final do Campeonato Paulista. Mesmo com um jogador a menos desde os 22min do primeiro tempo, o Palmeiras foi heroico e jogou no embalo da torcida durante o empate por 1 a 1 no tempo normal. Saiu na frente, gol de Leandro Amaro, e sofreu o empate, com Willian. Nos pênaltis, Júlio César brilhou e defendeu a sexta cobrança para garantir o triunfo por 6 a 5.

 

Kléber, Marcos Assunção, Márcio Araújo, Luan e Thiago Heleno bateram muito bem, entretanto o garoto João Vitor errou a sexta cobrança. Do outro lado, Chicão, Willian, Fábio Santos, Leandro Castan, Morais e Ramirez obtiveram um aproveitamento de 100%.

Assim, a equipe de Parque São Jorge supera o trauma de 1999 e 2000, quando foi eliminada pelo rival de Palestra Itália por duas vezes nos pênaltis pela Copa Libertadores.

Nos dois próximos finais de semana, Corinthians e Santos decidem o Estadual e reeditam a final de 2009. A equipe da Baixada terá a vantagem de mandar a finalíssima em casa, pois somou mais pontos em todo o certame.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO
11min - Valdivia arrisca o chute de longe, Júlio César espalma. Luan pega o rebote e bate cruzado. Rivaldo chega atrasado e não consegue mandar para o gol
13min - Valdivia de novo arrisca o chute. Dessa vez ele recebe de Cicinho na área e chuta de primeira. Bem posicionado, Júlio César manda para escanteio
32min - Em cobrança de falta, Bruno César levanta na área, a bola quica e Deola evita o gol no reflexo. No rebote, a zaga palmeirense consegue se salvar
42min - Jorge Henrique cruza na área, Liedson cabeceia e Deola manda para escanteio
SEGUNDO TEMPO
6min - Júlio César!!! Em cobrança de falta, Marcos Assunção manda a bola no ângulo, o goleiro corintiano voa e espalma
7min - GOOOOLLLL DO PALMEIRAS!!!! Marcos Assunção cruza na área, Leandro Amaro ganha no alto e cabeceia para o fundo do gol
19min - GOOOOLLLLL DO CORINTHIANS!!!! Após cruzamento na área, Willian cabeceia, a bola passa por Deola e Leandro Amaro tenta tirar em cima da linha, mas o auxiliar aponta o gol
25min - Belo lance! Lançamento perfeito de Marcos Assunção para Luan, que finaliza de primeira, já dentro da área, e Júlio César espalma
38min - No travessão!!! Mais uma vez Marcos Assunção bate com perigo falta próxima à área. A bola resvala o travessão e sai

Aconteceu de tudo em campo. O Palmeiras foi mais time, porém acabou prejudicado pelo nervosismo. Tudo começou quando Danilo levou o vermelho depois de uma entrada dura em Liedson. O técnico Luiz Felipe Scolari também foi expulso, por reclamação, e ainda bateu boca com Tite, para piorar mais ainda o ambiente.

Valdivia e Cicinho se machucaram ainda na etapa inicial e intensificaram o drama dos donos da casa no Pacaembu.

O Palmeiras mostrou ser mais time logo nos 15 minutos iniciais. Valdivia chutou a gol três vezes e levou perigo em duas oportunidades. Júlio César conseguiu espalmar e evitar o gol.

A equipe alviverde dominava as ações ofensivas, até Danilo receber o vermelho. Coincidentemente, Valdivia havia acabado de pedir para ser substituído. O meia chileno se machucou ao tenta dar o famoso chute no vácuo. Felipão foi obrigado a sacá-lo para a entrada do zagueiro Leandro Amaro.

Aos 28min, o comandante palmeirense acabou expulso por reclamação. Ele ainda ouviu uma bronca de Tite: "Toda hora é você. Só fala, só fala.”

Felipão demorou para deixar o campo, e o policiamento teve de ser acionado para escolta-lo.

As baixas do arquirrival fizeram com que o Corinthians crescesse no jogo. Antes um mero espectador em campo, Deola passou a ter trabalho e se saiu bem quando foi exigido.

Na saída para o intervalo, os palmeirenses demonstraram indignação com a arbitragem. “É ridículo. Só isso, ridículo”, esbravejou Kléber.

“É desnecessária essa pressão, até porque a arbitragem está fazendo um bom trabalho”, rebateu do outro lado o lateral Fábio Santos.

Mesmo com um atleta a menos, a equipe de Palestra Itália voltou melhor para a etapa final e abriu o placar com Leandro Amaro, de cabeça.

Tite então passou a mexer no time alvinegro. Sacou Alessandro e Dentinho para as entradas de Ramirez e Willian. Assim como no fim de semana passado, Willian virou o herói corintiano ao balançar a rede, desta vez de cabeça.

Nas penalidades, quem brilhou foi Júlio César com uma defesa, enquanto Deola não conseguiu parar os corintianos.

Ficha da Partida

Palmeiras Palmeiras Técnico: Luiz Felipe Scolari
22. Deola
2. Cicinho
35. João Vítor
4. Thiago Heleno
23. Danilo
11. Rivaldo
8. Márcio Araújo
20. Marcos Assunção
17. Tinga
40. Patrik
10. Valdivia
26. Leandro Amaro
21. Luan
30. Kléber
1 1
Corinthians Corinthians Técnico: Tite
1. Julio Cesar
2. Alessandro
15. Ramirez
3. Chicão
4. Leandro Castan
6. Fábio Santos
5. Ralf
8. Paulinho
10. Bruno César
17. Morais
7. Jorge Henrique
11. Dentinho
18. Willian
9. Liedson

Data: 01/05/2011 - 16h00

Local: Pacaembu

Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira

Auxiliares: Vicente Romano Neto e Alex Alexandrino

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host