UOL futebol

  • http://esporte.uol.com.br/futebol/campeonatos/paulista/ultimas-noticias/2012/02/08/palmeiras-x-xv-de-piracicaba.htm
  • Marcos Assunção faz gol, dá assistência e põe Palmeiras na liderança do Paulista
  • 17/01/2019
  • UOL Esporte - Futebol
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
De falta, Marcos Assunção marcou o segundo gol do Palmeiras contra XV de Piracicaba

De falta, Marcos Assunção marcou o segundo gol do Palmeiras contra XV de Piracicaba

08/02/2012 - 23h55

Marcos Assunção faz gol, dá assistência e põe Palmeiras na liderança do Paulista

Danilo Lavieri
Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras usou a arma mais conhecida para assumir a  liderança do Campeonato Paulista: Marcos Assunção. O volante marcou um gol e deu assistência para outro e garantiu a 12ª partida consecutiva de sua equipe sem perder, a terceira vitória seguida no Paulista deste ano e os três pontos na vitória por 3 a 2 em cima do XV de Piracicaba. Ele compensou o gol contra de Maurício Ramos e o dia ruim de Deola, que foi vaiado pela torcida em determinado momento do jogo. 

O triunfo colocou o Palmeiras na primeira colocação, com os mesmos 14 pontos do Corinthians, que empatou com o Mogi Mirim por 1 a 1 também nesta quarta-feira. O time do Palestra Itália agora seca o Paulista e o São Paulo, que jogam nesta quinta-feira e tem chances de ultrapassar a equipe de Felipão em caso de vitória. 

O jogo começou bastante marcado no meio de campo, com o XV de Piracicaba tentando usar o contra-ataque para assustar o Palmeiras. Mas em uma jogada bem ao estilo pivô feita por Fernandão, Daniel Carvalho deu boa arrancada e apareceu sozinho na esquerda da pequena área e abriu o placar para os donos da casa aos 15 minutos do 1º tempo.

BLOGUEIROS OPINAM SOBRE A PARTIDA

Juca Kfouri
"E o Palmeiras dorme na liderança do Paulistinha" Leia mais

O XV tentou reagir por duas vezes consecutivas aos 22 e 23 minutos. Primeiro Cazumba chutou forte de fora da área, e Deola colocou para escanteio. Na batida, a bola sobrou nos pés de Everton, que chutou rasteiro e forçou o goleiro palmeirense a fazer nova defesa.

Alguns minutos depois, no entanto, Deola voltaria a ser citado no Pacaembu, mas pela falha. O goleiro tentou se antecipar a um cruzamento de Ricardinho após batida pela direita do campo e viu a bola passar por cima de seu braço. Ela ainda tocou o pé da trave e entrou para empatar o placar do estádio aos 31 minutos. 

A torcida mostrava sinais de impaciência, mas o remédio de sempre funcionou. Marcos Assunção bateu falta aos 2 minutos do 2º tempo com a precisão que já lhe é costumeira e recolocou o Palmeiras à frente. Para animar ainda mais os presentes, Luiz Felipe Scolari promoveu a estreia de Hernán Barcos no lugar de Fernandão e levou a torcida ao delírio, comemorando como se fosse um gol a entrada do argentino em campo. 

A estrela da noite, no entanto, foi a de sempre. Após uma confusão na área, Maurício Ramos e Hugo dividiram e o XV de Piracicaba chegou a empatar. Um minuto depois, no entanto, Assunção cobrou falta com perfeição e colocou a bola na cabeça de Artur, estreante da noite, que fez o gol que garantiu a terceira vitória consecutiva do Palmeiras na competição. Os dez minutos finais foram de emoções negativas para os palmeirenses, mas a bola do time interiorano não voltou a passar por Deola.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 3 X 2 XV DE PIRACICABA

Data: 08/02/2012 (quarta-feira)
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Público pagante: 7.352 pessoas
Renda: R$ 237.331,00
Árbitro: Rodrigo Braghetto
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Junior e Rogerio Pablos Zanardo
Cartões amarelos: Gláuber, Alex Cazumba e Marcus Vinícius (XV)
Gols: Daniel Carvalho, aos 15 minutos do 1º tempo, Marcos Assunção, aos 2 minutos do 2º tempo e Artur, aos 27 minutos do 2º tempo (PAL); Ricardinho, aos 31 minutos do 1º tempo (XV)

PALMEIRAS: Deola; Artur, Maurício Ramos, Henrique e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik (João Vítor) e Daniel Carvalho (Chico); Maikon Leite e Fernandão (Hernán Barcos).
Técnico: Luiz Felipe Scolari

XV DE PIRACICABA: Gilson, Everton, Marcus Vinicius, Toninho e Alex Cazumba; André Cunha (Marlon), Glauber (Savoia), Adilson Goiano e Ricardinho; Paulinho (Adilson) e Hugo.
Técnico: Moisés Egert

Placar UOL no iPhone