Tite reduz expectativa e vê primeiro semestre corintiano como interrogação

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Tite não quer saber de expectativas elevadas para o Corinthians por enquanto. Focado em ajustar a equipe que jogará a segunda partida oficial da temporada na quinta-feira, contra o Grêmio Osasco, ele afirmou ter dito ao presidente Roberto de Andrade que a equipe corintiana é um ponto de interrogação. 

"Vou falar o que falei ao presidente, ao Edu Gaspar e Alessandro. O primeiro semestre é um ponto de interrogação. Não sei o quanto pode crescer. Não sei quanto, mas vamos trabalhar para apressar o processo. O jogo contra o XV foi na minha expectativa. Nem acima e nem abaixo, porque é essa a construção. Nem acima e nem abaixo", explicou. 

No Corinthians que agora espera pelas estreias de Giovanni Augusto, Guilherme e André, ele também comentou sobre a ordem dos processos. "Isso (novos jogadores) vai fortalecendo a equipe toda. Os atletas gostam disso. A gente respeita qualidade. É bom quando tem qualidade. Vamos montar, estruturar, dar tempo para que possa jogar uma partida". 
 
"O primeiro processo é trazer o atleta com suas características para fazer a função no sistema. Se eu mudar já de sistema e não deu resultado, vou ter que mudar o sistema e a peça encaixada. Precisa de tempo e ajustes. O Rodriguinho ano passado é exemplo. Não deu (na posição de Jadson), não andou dessa forma, precisava ser mais defensivo. Vamos ajustar", complementou para dizer os motivos para manter o mesmo desenho tático com tantas saídas.
 
CONFIRA MAIS DECLARAÇÕES DE TITE:

CRÍTICAS POR USAR POUCOS JOVENS APÓS SAÍDA DE MARCIEL

Vamos ser justos. O Maycon é exatamente da mesma função que o Marciel. É um segundo homem de meio-campo. Falei ano passado. Não está para Ralf, está para Elias na composição. E aí a opção. Abriu-se um mercado da possibilidade do Marciel jogar, se não jogar (no Cruzeiro) o problema não é nosso, é do Cruzeiro, que levou também com essa intenção.

O Maycon veio para esse primeiro ano. Era ou um ou outro. Por que não ter um primeiro volante? O Willians prefere jogar dessa forma, vai ser adaptado e a gente ter o Maycon como segundo? Se tivessem outros para jogar ali (mais atrás), estaria enganando o torcedor. Ainda fico na expectativa dele (Marciel) poder jogar e voltar melhor, como o Yago voltou melhor. Isso que não gosta de jovens ou não gosta de experiente é uma coisa rasa. Gosta de mais experiente ou mais jovem...é muito simples de ver. É ver se é bom ou não é bom. Senão vai pegar Tite não gosta, e o Cristian não foi inscrito no Paulista e o Arana e o Malcom terminaram o Brasileiro como titulares. 

EQUIPE TITULAR AJUSTADA
O Guilherme olhou e falou. 'Professor, a equipe que vai começar, a gente tem dificuldade de marcar (time reserva) porque já tem metodologia, tem um ano trabalhando, já tem ideia de futebol e temos dificuldade de marcar. Isso é bom. É o tempo de trabalho que permitiu atingir. Esses atletas agora vão apressar esse estágio. É intensificar com André, com Marlone, o Lucca tem quatro meses de clube.

LUCIANO
Está bastante apressada (a recuperação).  Nos trabalhos táticos, fui colocando ele como coringa e falei para ele: 'fica com maior número de ações repetidas e isso acelera processo de recuperação'. Isso fazemos com ele. Medo de cravar data (sobre volta) e depois errar. Mas estou contente com a evolução.

WILLIANS PRECISA SER MAIS DISCIPLINADO
Falei para ele: com a força e velocidade que você tem, não precisa fazer tantas faltas e tomar cartão. Ele disse que dá para trazer (isso). Mas sem comparativos (com Ralf) porque fica pesado. 

LUCCA COMEÇOU O ANO MAL
Se o jogador não tiver direito de jogar uma vez mal e continuar, como vai adquirir regularidade e confiança? Isso é humano. Essa pressão acaba acontecendo. Mas ele vê que tem coerência, vê que o técnico tem coerência.

D'ALESSANDRO DEIXA O INTERNACIONAL
Desejo sucesso para ele, para a família. Divergências tiveram, foram passadas ali e ali fechadas (no Internacional). Não acompanhei todo o Internacional, mas tenho feedback de torcedores. Aquele time de 2008 era bonito de jogar. Fez mais de 100 gols em três meses de campeonato. Era prazeroso de ver jogar, sim. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos