Calleri faz dois, e misto do São Paulo goleia Água Santa no Paulistão

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

Jonathan Calleri se consolidou de vez como principal esperança do São Paulo nesse começo de temporada. Neste sábado, ele fez dois gols de cabeça e foi decisivo na vitória do time por 4 a 0 contra o Água Santa. Com 3 gols em 2 jogos, o atacante já se credencia até para ficar com a vaga de Alan Kardec no jogo contra o César Vallejo, pela Libertadores. O técnico Edgardo Bauza poupou boa parte dos seus titulares para esse confronto decisivo.

O São Paulo dominou o primeiro tempo e, após sofrer com dois contra-ataques perigosos do Água Santa, conseguiu abrir o placar com o 2º gol de Calleri pelo São Paulo em 2 jogos. Ele marcou de cabeça após cruzamento perfeito de Wilder, que deu sua 5ª assistência em 12 jogos pelo time. No segundo tempo, o filme foi praticamente o mesmo: o Água Santa ameaçou melhorar no jogo, mas outra vez Calleri marcou de cabeça. A única diferença é que desta vez o cruzamento foi do lateral Caramelo. Ele voltou ao time após dois anos sendo emprestado e deu assistência também para o terceiro gol, de Thiago Mendes. O quarto gol foi de outro titular que entrou no 2º tempo, Michel Bastos.

Com a vitória, o São Paulo virou líder do Grupo C, com 4 pontos. Já o Água Santa ficou com 3 pontos e caiu para o 3º lugar do Grupo D, liderado pelo Corinthians.

Agora o São Paulo vai se preparar para o jogo contra o César Vallejo, pela Libertadores, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). O time precisará vencer para alcançar a fase de grupos da competição. Já o Água Santa enfrentará o XV de Piracicaba na quinta-feira, às 19h.

 

FICHA TÉCNICA

 

SÃO PAULO 4 x 0 ÁGUA SANTA

Data: 06/02/2016
Horário: 17h (horário de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista (2ª rodada)
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Vinicius Furlan
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli e Risser Jarussi Corrêa
Cartões amarelos: Russo, Eli Sabiá (AGS)
Gol: Calleri, aos 31min do 1º tempo e aos 26min do 2º tempo; Thiago Mendes, aos 33min do 2º tempo; e Michel Bastos aos 45min do 2º tempo.

SÃO PAULO
Denis; Matheus Caramelo, Rodrigo Caio, Lucão e Carlinhos; Hudson, Wesley, Wilder (Thiago Mendes), Rogério (Michel Bastos); Calleri e Kieza (Ganso). Técnico: Edgardo Bauza

ÁGUA SANTA
Roberto; Jonathan, Cléber, Eli Sabiá e Tarracha; André Rocha, Sérgio Manoel, Russo (Tchô) e Éder (Bruninho); Everaldo e Francisco Alex. Técnico: Márcio Ribeiro

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO estreante Kieza começou com todo gás e criou a primeira chance de perigo para o São Paulo logo no início da partida. Ganhou na velocidade da defesa e tentou tocar para Calleri, que não alcançou a bola. Depois, o time tricolor ficou com a posse de bola, foi pouco incisivo e acabou levando sustos em contra-ataques. Dênis teve que sair nos pés de Sérgio Manoel para evitar um gol aos 20min e depois só viu um chute de Francisco Alex passar raspando a trave. Mas logo o São Paulo conseguiu encaixar uma ótima triangulação na direita que resultou no gol de Calleri. Após tabelar com Wesley e Caramelo, Wilder cruzou na medida para o argentino marcar de cabeça.
  • Segundo tempoO técnico Márcio Ribeiro tentou colocar dois novos armadores para ganhar o controle do jogo e até teve a primeira chance de gol aos 9min, quando Dênis tentou defender um chute de fora da área, mas espalmou a bola de forma perigosa para a área. A resposta do São Paulo só aconteceu aos 21min, quando Calleri também acertou um arremate perigoso de longa distância. E o argentino estava impossível: aos 26min, Caramelo teve espaço para cruzar perfeitamente para Calleri cabecear bem para o gol. Isso bastou para o Água Santa praticamente se entregar em campo, partir para o ataque com tudo e deixar espaços na defesa. Foi assim que surgiu o terceiro gol, já que Caramelo avançou sozinho pela direita mais uma vez, tentou tocar para o meio e, após desvio, a bola sobrou para Thiago Mendes, que chutou muito forte para balançar a rede. O quarto gol saiu aos 45min e foi marcado por Michel Bastos, que chutou cruzado de canhota e fechou o placar.

Destaques

  • 3 titularesO técnico Bauza poupou jogadores por causa do confronto contra o César Vallejo, pela Copa Libertadores, na próxima quarta-feira. Dênis, Rodrigo Caio e Hudson foram os únicos titulares do time que começaram jogando neste sábado. Michel Bastos, Thiago Mendes e Ganso entraram no 2º tempo
  • Mudança táticaCom o time cheio de reservas e sem Paulo Henrique Ganso em campo, Bauza mudou o esquema tático do 4-2-3-1 para o 4-4-2, com duas linhas de quatro jogadores e sem armador. Rogério, Wesley, Hudson e Wilder formaram a segunda linha no meio-campo, mas não conseguiram se entender para criar jogadas no início da partida, pois insistiam em levar a bola pelo meio, em vez de atacar pelas pontas
  • Lugano no estádioDiego Lugano, assim como Bruno e Centurión, não foram relacionados para o jogo, mas estiveram no Pacaembu com a delegação do São Paulo. O uruguaio foi assediado por torcedores antes do jogo começar
  • PacaembuEsse foi o apenas o primeiro jogo do São Paulo no Estádio do Pacaembu em 2016. Enquanto a reforma no Estádio do Morumbi não acaba, as partidas contra Cesar Vallejo (10 de fevereiro), Rio Claro (21 de fevereiro), Novorizontino (24 de fevereiro), Mogi Mirim (1º de março) e São Bernardo (5 de março) serão no Paulo Machado de Carvalho

Melhor

  • CalleriFez 2 gols, brigou por cada bola e ainda teve pelo menos mais duas chances de marcar

Pior

  • Tarracha3 gols do São Paulo saíram do lado esquerdo da defesa do Água Santa, onde o lateral sempre deixou espaços demais

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos