Santos sofre, mas busca empate no fim e segue invicto no Paulista

Do UOL, em São Paulo

O Santos ficou bem perto de conhecer a sua primeira derrota da temporada neste sábado. O time de Dorival Júnior visitou o Novorizontino, em jogo pela quarta rodada do Campeonato Paulista, e precisou de um gol de falta de Victor Ferraz, aos 40 do segundo tempo, para buscar o empate em 3 a 3.

O começo do jogo até deu a impressão de que o atual campeão paulista fosse sair de campo com a terceira vitória consecutiva na competição. Depois de pressionar, conseguiu abrir o placar no primeiro tempo com um gol de Gabriel, aproveitando passe preciso de Ricardo Oliveira.

Mas o Novorizontino mostrou poder de reação após o intervalo e empatou com Pereira. Lucas Lima voltou a colocar o Santos em vantagem com um belo gol, mas Fagner e Lima fizeram o time da casa chegar à virada, antes de Victor Ferraz salvar a equipe da Vila Belmiro da derrota.

Com o resultado, o Santos chega a oito pontos no Grupo A do Paulista, depois de ter empatado com o São Bernardo na estreia e vencido Ponte Preta e Ituano em seguida. Já o Novorizontino, que está no Grupo B, alcança os três pontos e continua sem vencer na competição.

Na próxima rodada, o Santos terá pela frente o clássico contra o Palmeiras. O reencontro entre os times que decidiram o Paulista e a Copa do Brasil de 2015 acontecerá no sábado, no Allianz Parque. Já o Novorizontino receberá o Oeste no dia seguinte.

FICHA TÉCNICA
NOVORIZONTINO 3 X 3 SANTOS

Local: estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte
Data: 13 de fevereiro de 2016, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Vanderlei Martinucho
Assistentes: Herman Brumel Vani e Fabricio Porfirio de Moura
Cartões amarelos: Lima (Novorizontino)
Gols: Gabriel (Santos), aos 41 do 1º tempo; Pereira (Novorizontino), aos 7 do 2º tempo; Lucas Lima (Santos), aos 13 do 2º tempo; Fagner (Novorizontino), aos 23 do 2º tempo; Lima (Novorizontino), aos 26 do 2º tempo; Victor Ferra (Santos), aos 40 do 2º tempo

Grêmio Novorizontino: Anderson; Éder Sciola, Domingues, Jéci e Paulinho; Adriano, Deda (Fagner), Raylan e Pereira; Roberto (Cléo Silva) e Wesley (Lima).
Técnico: Guilherme Alves

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Zeca; Renato, Thiago Maia (Serginho) e Lucas Lima; Patito (Vitor Bueno), Gabriel (Neto Berola) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior. 

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO Santos ficou mais com a posse de bola e buscou pressionar o adversário no campo de ataque, mas errou muito na hora de concluir as jogadas e também deu espaços para o Novorizontino, que não soube se aproveitar. O time de Dorival Junior chegou a balançar as redes aos 35 minutos, em um cabeceio de Thiago Maia, mas o árbitro viu uma falta do jogador no zagueiro Domingues e anulou o lance. O placar finalmente foi aberto aos 41. Ricardo Oliveira recebeu lançamento de Renato nas costas da defesa, avançou livre em direção à área e rolou para Gabriel, que bateu sem chances para o goleiro.
  • Segundo tempoEm desvantagem no placar, o Novorizontino partiu mais para o ataque nos primeiros minutos após o intervalo. A aposta deu resultado. Aos sete minutos, Pereira aproveitou uma sobra de bola dentro da área e empatou. Só que a resposta do outro lado foi rápida. Em uma jogada individual, Lucas Lima escapou de três marcadores e finalizou sem chances para o goleiro, colocando o Santos novamente à frente. Só que os mandantes não desanimaram e, aproveitando os buracos na marcação santista no meio de campo, reagiu e chegou à virada com dois jogadores que saíram do banco. Aos 23 minutos, Fagner recebeu lançamento de Raylan dentro da área e chutou no canto de Vanderlei. Quatro minutos mais tarde, foi a vez de Lima receber na esquerda, cortar para o meio, finalizar e balançar as redes. Mesmo sem jogar bem, errando muito na construção de jogadas, o Santos ainda chegou ao empate em uma cobrança de falta de Victor Ferraz.

Destaques

  • Velho conhecidoUm dos jogadores que entrou em campo pelo Novorizontino é o volante Adriano, revelado pelo Santos. Com o clube da Vila Belmiro, ele participou das conquistas do Paulista e da Libertadores de 2011, além do Paulista e da Recopa do ano seguinte.
  • Gol salvadorA cobrança de falta certeira que evitou a derrota do Santos foi apenas o segundo gol de Victor Ferraz pelo Santos. O primeiro também foi decisivo: aconteceu na vitória por 1 a 0 sobre o Vasco no Brasileiro de 2015.

Melhores

  • Lucas Lima, SantosFoi quem mais apareceu em campo. Além de um golaço, foi responsável pelas melhores jogadas de ataque do Santos.

Piores

  • Gustavo Henrique, SantosAtrasado, pecou bastante na cobertura e permitiu espaços para as investidas do ataque do Novorizontino.

Próximos Jogos - Santos

  1. Coritiba CTB
    Santos SAN
  2. Cruzeiro CRU
    Santos SAN
  3. Santos SAN
    Corinthians COR
  4. Barcelona-EQU BGU
    Santos SAN
  5. Botafogo BOT
    Santos SAN

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos