"Fico indignado, p... da vida", admite Prass após derrota do Palmeiras

Diego Salgado e Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras frustrou a torcida no primeiro jogo do ano que fez no Allianz Parque ao perder de virada para o Linense por 2 a 1 neste sábado, em jogo pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Resultado que tirou o goleiro Fernando Prass do sério.

"Eu fico indignado, fico p... da vida. Falei para os caras que não pode ficar naquele papo de vestiário de levantar a cabeça. Tem que sentir a derrota e trabalhar muito para reverter isso e começar bem na Libertadores", admitiu o goleiro após a partida. 

Ao perder para o Linense, o Palmeiras soma agora uma derrota, dois empates e apenas uma vitória no Paulista até agora. Questionado sobre a possibilidade de a falta de resultados pressionar o elenco, Prass respondeu: "Jogador de time grande tem que saber lidar com a cobrança."

Para o lateral Egídio, é importante que todo o grupo seja responsabilidade pelo começo de temporada pouco animador, não apenas o comandante. "A responsabilidade é do time inteiro, não só do Marcelo Oliveira. Não é só o treinador. A pressão não cai em cima só de um. Uma vitória fora de casa na estreia da Libertadores muda tudo", disse o jogador à rádio CBN.

Egídio ainda afirmou que o resultado não foi justo. "O Palmeiras teve um volume maior e tivemos oportunidades até o fim. Não queríamos perder aqui no Allianz. Saímos chateados. Precisamos de mais, nos cobramos muito. Terça vamos fazer um grande jogo", declarou.

Após o tropeço em casa, o Palmeiras viaja para estrear na Libertadores. Na terça-feira, o time encara o River Plate uruguaio fora de casa, pela primeira rodada do Grupo 2 da competição continental.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos