Corinthians aproveita erro e vence São Paulo pela quarta vez em Itaquera

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Corinthians e São Paulo se enfrentaram pela quarta vez no estádio de Itaquera neste domingo. Pela quarta vez, o Corinthians levou a melhor. Um gol de Lucca no primeiro tempo, após falha do zagueiro Lucão, e outro de Yago nos minutos finais construíram a vitória por 2 a 0. 

Durante os 90 minutos, os times não construíram tantas chances claras de gols assim. No início do duelo, o que mais chamou a atenção foram alguns desentendimentos entre os jogadores.

Depois da falha de Lucão que resultou no primeiro gol do Corinthians, o São Paulo até teve algumas chances para empatar, principalmente em jogadas que não construiu. Em uma, um chutão de Bruno Henrique bateu em Centurion e foi em direção ao gol. Na outra, Yago atrasou mal e deixou Calleri sozinho na área. Mas Cássio apareceu de maneira decisiva em ambas. Qualquer chance de tirar ao menos um ponto na casa do rival acabou quando Yago apareceu na área são-paulina para acertar um cabeceio.

A vitória faz o Corinthians permanecer com 100% de aproveitamento no Paulista. Com 12 pontos em quatro rodadas, o time não só lidera o Grupo D como é o melhor da competição. O São Paulo, por sua vez, perde pela primeira vez sob o comando de Bauza e permanece estacionado nos quatro pontos no Grupo C, depois de três jogos.

As duas equipes agora voltam as atenções para a Libertadores. O São Paulo recebe no Morumbi o Strongest, da Bolívia, na quarta-feira. Também na quarta, o Corinthians viaja ao Chile para pegar o Cobresal.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 14 de fevereiro de 2016, domingo
Horário: 17 h (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP) 
Público: 36.788 (36.378 pagantes)
Renda: R$ 2.050.496,50
Cartões amarelos: Guilherme Arana, Willians (Corinthians); Mena, Hudson (São Paulo)
Gols: Lucca (Corinthians), aos 23 o 1º tempo; Yago (Corinthians), aos 41 do 2º tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Guilherme Arana; Bruno Henrique; Maycon (Willians), Giovanni Augusto (Romero), Rodriguinho e Lucca; André (Danilo)
Técnico: Tite

SÃO PAULO: Denis; Bruno (Caramelo), Rodrigo Caio, Lucão e Mena; Thiago Mendes (Kelvin) e Hudson; Centurión (Rogério), Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

Fases do jogo

  • Primeiro tempoDono da casa, o Corinthians conseguiu com pequena vantagem impor seu melhor jogo desde o início contra o São Paulo. A equipe de Edgardo Bauza equilibrou as ações em vários momentos, e a posse de bola ao intervalo era de 50% para cada time. Mas, nos detalhes, os corintianos levaram a melhor. Por detalhes, entenda um enorme vacilo de Lucão, que errou um recuo e deixou o gol aberto para Lucca abrir o placar a 24min. Os são-paulinos tiveram a chance de retribuir nos acréscimos em erro semelhante cometido por Yago. Mas, diante de Calleri, Cássio foi gigante e fez uma defesa decisiva.
  • Segundo tempoSe a primeira parte foi marcada pelo equilíbrio, a segunda foi diferente. O São Paulo mostrou personalidade, enquanto o Corinthians foi um time mais conservador. Pesou, ainda, a etapa complementar ruim de André, que não conseguia prender a bola na frente. E os são-paulinos, movidos pelas mudanças de Bauza, foram adiante. Calleri incomodou muito a defesa, e foi em um cruzamento da direita que Mena apareceu livre entre os zagueiros. Mas, de novo Cássio, salvou: uma intervenção cirúrgica. Tite conseguiu melhor a situação de seu time com a entrada de Danilo, mas foi Yago quem trouxe alívio já no fim. Em bola aérea espirrada, lenta, ele cabeceou onde Denis não poderia alcançar. Foi o 2 a 0.

Para lembrar

  • Caiu em Itaquera, já eraÉ o quarto clássico entre Corinthians e São Paulo disputado em Itaquera e o quarto com vitória corintiana. Os demais foram 6 a 1 (Brasileirão 2015), 2 a 0 (Libertadores 2015) e 3 a 2 (Brasileirão 2014).
  • Parabéns, LuccaO atacante corintiano, criticado pelas últimas atuações, anotou o gol da vitória em lance de sorte. O presente veio justamente no dia em que completa 26 anos.
  • A imperdoável falha de LucãoO jovem zagueiro são-paulino voltou a falhar de forma decisiva, agora de maneira ainda mais grotesca e decisiva. Ele praticamente deu uma assistência involuntária para Lucca marcar no primeiro tempo. Lucão ficou inconsolável na hora do lance.
  • Prêmio a YagoO zagueiro corintiano mostrou que não está disposto a ceder o lugar conquistado na equipe. Depois de falhar no primeiro tempo, marcou o gol da vitória, seu primeiro entre os profissionais do clube onde foi formado.

Melhores

  • Felipe, CorinthiansCapitão, o zagueiro se torna a referência da defesa com a saída de Gil e de forma cada dia mais segura. No clássico, não perdeu praticamente nenhuma jogada.

Piores

  • Lucão, São PauloO oposto do zagueiro corintiano. Por mais que possa ter sido atrapalhado por Mena, cometeu erro crucial em jogo de poucas oportunidades.

Próximos Jogos - Corinthians

  1. Chapecoense CHA
    Corinthians COR
  2. Corinthians COR
    Atlético-GO ACG
  3. Santos SAN
    Corinthians COR
  4. Corinthians COR
    Racing Club RAC
  5. Corinthians COR
    Vasco VAS

Próximos Jogos - São Paulo

  1. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  2. São Paulo SPA
    Ponte Preta PON
  3. Vitória VIT
    São Paulo SPA
  4. São Paulo SPA
    Corinthians COR

UOL Cursos Online

Todos os cursos