Corintianos voltam a exibir faixas em protesto contra CBF, FPF e Capez

Do UOL, em São Paulo

  • UOL

O jogo não aconteceu na Arena Corinthians, mas a torcida corintiana voltou a exibir faixas de protesto contra a Federação Paulista de Futebol, a CBF e o deputado estadual do PSDB e presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Fernando Capez, no na partida deste domingo, contra a Ferroviária, em Araraquara.

Foram quatro faixas exibidas nas arquibancadas da Arena da Fonte. "CBF e FPF a vergonha do futebol"; "100, 120...é roubo"; "quem vai punir o ladrão de merenda"?, em referência a Capez; "Ingresso mais barato". 

Famoso por ter enfrentado as torcidas organizadas no período de promotor público nos anos 1990, Capez foi um dos alvos da torcida do Corinthians por ter seu nome citado por alguns investigados na Operação Alba Branca da Polícia Civil (responsável por apurar fraudes na compra de merendas escolares nas escolas estaduais de São Paulo). Outro citado por investigados da operação é o ex-chefe de gabinete da Casa Civil do governo Geraldo Alckmin, Luiz Roberto dos Santos.

A revolta da principal organizada do Corinthians diz respeito à punição imposta pela FPF em função do uso de sinalizadores na final da Copa São Paulo, em janeiro. Desde o início do Paulista, a Gaviões está proibida de abrir faixas nos estádios. Em represália, a torcida já realizou protestos na sede da Federação nos últimos dias. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos