Cássio falha, mas Corinthians busca empate duas vezes e segue invicto

Do UOL, em São Paulo

Um jogo para quem gosta de futebol. Assim foi Ferroviária x Corinthians, disputado na noite deste domingo, na Fonte Luminosa, em Araraquara, pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Chances não faltaram aos times, que fizeram um duelo eletrizante – com falha do goleiro Cássio – e empataram por 2 a 2.

Até então único time com 100% de aproveitamento no Paulistão, o Corinthians havia vencido todos os seus jogos neste ano de 2016 – quatro pelo Estadual e um pela Copa Libertadores, na última quarta-feira. Mas neste domingo encontrou pela frente um adversário bem armado, que vinha de três vitórias consecutivas na competição estadual.

Apesar do resultado, o Corinthians segue invicto em 2016 e continua na liderança do grupo D, agora com 13 pontos. A Ferroviária, por sua vez, chega aos dez pontos e também segue na ponta da sua chave.

O Corinthians agora volta a campo na próxima quarta-feira para encarar o São Bento, fora de casa, às 21h45, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.

FERROVIÁRIA 2 x 2 CORINTHIANS

Data: 21/02/2016 (domingo)
Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza
Cartões amarelos: Rodolfo e Caíque (Ferroviária); Fagner (Corinthians)
Gols: Juninho, aos 28min do primeiro tempo; Lucca, aos 5, Juninho, aos 13, e Giovanni Augusto, aos 37min do segundo tempo
Renda: R$ 474.960,00
Público: 9.273 pagantes

FERROVIÁRIA
Rodolfo; Igor Julião, Wanderson, Marcão e Thalisson; Juninho (Danielzinho), Fernando (Rafinha), Rafael Miranda e Samuel; Tiago Adam (Caíque) e Wescley
Técnico: Sergio Vieira

CORINTHIANS
Cassio; Fagner, Yago, Vilson e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho, Maycon (Marlone) e Danilo (Giovanni Augusto); Romero (André) e Lucca
Técnico: Tite

COMO FOI O JOGO

  • Primeiro tempoNão faltaram oportunidades para o Corinthians sair na frente na Fonte Luminosa. Marcando pressão em seu campo de ataque, o time alvinegro conseguiu criar algumas boas chances. Mas aos poucos, foi vendo que teria trabalho para superar Rodolfo, goleiro da Ferroviária. Logo aos 5min, ele cresceu em cima de Uendel e conteve a finalização. Já aos 18min, fez defesa à queima-roupa em chute de Maycon, que na sequência ainda teve outra chance de chutar e mandou na trave. Aos 26min, mais duas grandes defesas, seguidas. Primeiro, em cabeceada de Vilson. Depois, em mais um chute à queima-roupa de Uendel. E quem não faz, toma. Sem aproveitar as oportunidades, o Corinthians viu, aos 28min, Juninho aproveitar cruzamento da esquerda e finalizar de primeira, sem a bola cair, no canto direito de Cássio. 1 a 0 Ferroviária, que quatro minutos depois quase ampliou com Tiago Adan - Fágner salvou em cima da linha.
  • Segundo tempoO Corinthians precisou de apenas quatro minutos na etapa final para igualar o placar. Danilo cruzou da esquerda e o árbitro interpretou como mão de Igor Julião. No pênalti, Lucca soltou o pé no meio do gol e fez 1 a 1. Mas a Ferroviária seguiu jogando de igual para igual com o time de Tite. E aos 13min voltou a ficar à frente no placar. De novo com o inspirado Juninho. Samuel tentou o chute, a bola desviou na zaga do Corinthians e sobrou para o volante, que chutou forte de fora da área. Cássio chegou a alcançar a bola, mas falhou e mandou para dentro do gol. 2 a 1. E nada do time de Tite pressionar os donos da casa, que bem fisicamente seguiram jogando de igual para igual - e às vezes até melhor. Tite tentou mudar o panorama do jogo com as entradas de André, Giovanni Augusto e Marlone, e enfim conseguiu. Após jogada de Fagner pela direita, Giovanni Augusto, meio que 'sem querer', completou cruzamento e deixou tudo igual. Por pouco a Ferroviária não marcou de novo, mas a trave salvou o Corinthians, que por sua vez também conseguiu apertar nos minutos finais. Rodolfo voltou a aparecer.

DESTAQUES

  • Novidades de TiteContratado na semana passada, o zagueiro Balbuena foi relacionado pela primeira vez no Corinthians. Já o atacante Luciano, recuperado de uma cirurgia no joelho, voltou a ser convocado depois seis meses. Alan Mineiro, ex-Bragantino, e Claudinho, promovido dos juniores, foram as outras novidades da lista de Tite.
  • Fazia tempo...Corinthians e Ferroviária não se enfrentavam há 20 anos. O último jogo entre as equipes havia acontecido em 1996, pelo Campeonato Paulista. Na ocasião, os times empataram pelo mesmo placar: 2 a 2.
  • Um a menos?Marlone sofreu uma entrada no tornozelo esquerdo aos 32min do segundo tempo e ficou mancando até o fim do jogo. Como Tite já havia feito as três alterações, o meio-campista jogou no sacrifício.

Melhores

  • Rodolfo, Ferroviária-SPSalvou a Ferroviária por diversas vezes, especialmente no primeiro tempo. Fez grandes defesas e não teve nenhuma culpa nos gols sofridos.
  • Fagner, CorinthiansPrincipal arma ofensiva do Corinthians. Fez grande jogada no gol que garantiu o empate de 2 a 2 ao time comandado por Tite.

Piores

  • Cássio, CorinthiansFalhou no segundo gol da Ferroviária e mostrou-se inseguro em algumas saídas pelo alto.
  • Maycon, CorinthiansApareceu bem no ataque, mas foi mal na defesa. Foi inclusive o responsável por deixar Juninho livre para abrir o placar na Fonte Luminosa.

UOL Cursos Online

Todos os cursos