M. Oliveira diz que derrotas não podem "torturar" Palmeiras e pede reação

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O técnico Marcelo Oliveira chegou à marca de 50 partidas no comando do Palmeiras neste domingo e viu o time alviverde perder mais uma vez em casa pelo Paulistão. Depois da derrota por 2 a 1 para a Ferroviária, o treinador disse o tropeço precisa ser esquecido.

"Não dá para ficar se torturando com as derrotas e com os números. Tem de pensar em melhorar. Eu penso sempre que no próximo jogo será melhor, ainda mais pela importância da Libertadores", disse o comandante.

Marcelo disse que não pode apontar qual o principal motivo da derrota, mas ressaltou o bom desempenho do adversário. Além disso, o técnico ressaltou a queda física do Palmeiras na etapa final.

"Vitória de um time que jogou melhor, marcou mais e conseguiu sair jogando com mais facilidade. Palmeiras pareceu mais preso no segundo tempo, tivemos um jogo doficil na quinta. Méritos totais para a Ferroviária. Nós levamos um gol que poderia ser evitado", afirmou.

O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira. O time alviverde enfrentará o Rosario Central no Allianz Parque pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Três dias depois, novamente em casa, a equipe recebe o Capivariano pelo estadual.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos