Em jogo sonolento e com Pacaembu vazio, São Paulo vence o Mogi Mirim

Do UOL, em São Paulo

Em um jogo sonolento, o São Paulo contou com os gols de Rogério e Ganso para vencer o Mogi Mirim por 2 a 0, nesta terça-feira (1º), pelo Campeonato Paulista. Mais uma vez, a casa provisória da equipe de Edgardo Bauza ficou praticamente vazia, com apenas 3.013 pagantes – o estádio do Morumbi ainda passa por ajustes após os shows do Rolling Stones.

O gol marcado por Rogério foi o primeiro de um atacante do São Paulo desde o dia 10 de fevereiro. Na ocasião, na partida válida pela pré-Libertadores contra o Cesar Vallejo, o próprio Rogério foi o responsável por balançar as redes.

A partida foi válida pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Inicialmente marcado para o dia 11 de fevereiro, o duelo teve que ser adiado por causa da participação do São Paulo na pré-Libertadores – o time do Morumbi se classificou para a fase de grupos da competição continental depois de eliminar o Cesar Vallejo, do Peru.

Com o resultado, o São Paulo assume a primeira colocação do Grupo C, agora com o mesmo número de pontos da líder Ferroviária, 13, mas vencendo no saldo de gols: 6 a 5. O Mogi Mirim segue na lanterna da chave D, a mesma do Corinthians, com apenas sete pontos.

O São Paulo volta a campo no próximo sábado (5), contra o São Bernardo, no Pacaembu. Já o Mogi Mirim vai a Ribeirão Preto enfrentar o Botafogo-SP, no mesmo dia.

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoO primeiro tempo foi bastante sonolento no Pacaembu. Diante de um baixo público, o São Paulo errou muitas jogadas e apresentou muitas dificuldades na criação. A primeira grande chance foi aparecer apenas aos 35 minutos, quando o gol saiu. Rogério apareceu entre os zagueiros para aproveitar belo passe de Bruno e abrir o placar para o São Paulo. Dois minutos mais tarde, Carlinhos quase ampliou, mas parou na boa defesa de Daniel.
  • Segundo tempoO ritmo lento permaneceu no segundo tempo. O São Paulo continuou com dificuldades para criar jogadas, enquanto o Mogi Mirim não acertava nenhum lance. Aos 14 minutos, Bauza tentou melhorar a armação da equipe colocando Ganso no lugar de Rogério. E a mudança surtiu efeito. Criando mais, o São Paulo chegou duas vezes com perigo: primeiro com Calleri, que recebeu passe de Centurión e parou na defesa de Daniel, depois com o próprio Centurión, que arriscou de longe e acertou a trave do Mogi Mirim. Aos 44 minutos, o próprio Ganso soltou a bomba para ampliar o marcador.

Destaques

  • Mudança de funçãoCom Paulo Henrique Ganso poupado, o técnico Edgardo Bauza decidiu colocar o atacante Rogério na função de armador do time. E o "talismã" do São Paulo balançou as redes aos 36 minutos do primeiro tempo, em uma jogada em que voltou a sua função natural e apareceu entre os zagueiros do Mogi Mirim. Na segunda etapa, foi substituído por Ganso, que também deixou sua marca.
  • Pior púbico do anoAssim como aconteceu na partida contra o Novorizontino, o Pacaembu recebeu um público baixíssimo para acompanhar o São Paulo. Se na partida válida pela quinta rodada apenas 3.333 torcedores compareceram, no duelo contra o Mogi Mirim a situação foi ainda pior: 3.013 pagantes, o pior número na temporada.

Melhores notas

  • São Paulo
  • Mogi Mirim
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
1
8,4
Rogério
2
5,2
Daniel
 
7
8,0
Rodrigo Caio
1
5,1
Keké

Próximos Jogos - Mogi Mirim

  1. Volta Redonda VRE
    Mogi Mirim MOG
  2. Mogi Mirim MOG
    Macaé MAC
  3. Joinville JEC
    Mogi Mirim MOG

Próximos Jogos - São Paulo

  1. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  2. São Paulo SPA
    Ponte Preta PON
  3. Vitória VIT
    São Paulo SPA
  4. São Paulo SPA
    Corinthians COR

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos