Palmeiras se recupera no Paulista com goleada e reconquista liderança

Do UOL, em São Paulo

Depois de perder para a Ferroviária na última rodada, o Palmeiras se recuperou em grande estilo no Campeonato Paulista. Jogando no Allianz Parque neste domingo, o time comandado por Marcelo Oliveira recebeu a visita do Capivariano e goleou por 4 a 1.

Apesar de ter ficado mais tempo com a bola nos pés e de ter dominado o adversário ao longo dos 90 minutos, o Palmeiras chegou a sofrer o empate no primeiro tempo, depois de sair na frente. Mas um gol de Thiago Martins devolveu a liderança ainda antes do intervalo. Na segunda metade, com mais tranquilidade, conseguiu usar a superioridade em campo para transformar a vitória em goleada. 

Com o resultado, o Palmeiras chega a 12 pontos em oito rodadas e ultrapassa o Ituano no topo do Grupo B. O Capivariano, por sua vez, permanece com quatro pontos e não só é lanterna do Grupo C como tem a pior campanha de todo o campeonato. 

O próximo compromisso do Palmeiras no Paulista será o clássico com o São Paulo, no domingo. Antes disso, porém, o time entrará em campo pela Libertadores na quarta-feira para encarar o Nacional, do Uruguai. Já o Capivariano só joga no domingo, quando enfrentará o Novorizontino.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X CAPIVARIANO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 06 de março de 2016, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Público: 21.499
Renda: R$ 915.440,54
Cartões amarelos: Lucas, Thiago Martins (Palmeiras), Bonfim, Maguinho (Capivariano)
Cartão vermelho: Bonfim (Capivariano)
Gols: Allione (Palmeiras), aos 6 do 1º tempo; Rodolfo (Capivariano), aos 29 do 1º tempo; Thiago Martins (Palmeiras), aos 40 do 1º tempo; Cristaldo (Palmeiras), aos 4 do 2º tempo; Alecsando (Palmeiras), aos 41 do 2º tempo

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas (Arouca), Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos, Jean, Allione e Dudu; Rafael Marques (Erik) e Cristaldo (Alecsandro).
Técnico: Marcelo Oliveira

CAPIVARIANO: Pedro Henrique; Oliveira (Kleiton Domingues), Rafael Bonfim, Bruno Maia e Alex Barros; Samuel Souza, Maguinho, Wigor (Rodolfo) e Jácio; Chico e Jeam (Everton Dias).
Técnico: Roberto Fernandes

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO Palmeiras começou o jogo dominando a posse de bola, trocando passes no meio de campo e buscando os espaços para atacar o adversário. A proposta deu resultado rapidamente. Logo aos seis minutos, Cristaldo fez bem o papel de pivô e rolou para Allione, que bateu firme e abriu o placar no Allianz Parque. O time continuou chegando ao ataque em busca do segundo gol, principalmente pelo lado esquerdo do campo, obrigando os zagueiros do outro lado a trabalharem bastante. Quando o jogo parecia completamente sob domínio, o Capivariano empatou. Aos 29 minutos, Bruno Maia cruzou da esquerda e encontrou Rodolfo completamente livre dentro da área para balançar as redes. Mas o susto para o torcedor palmeirense durou pouco: aos 40 minutos, uma cobrança de falta de Egídio bateu em Thiago Martins e entrou, recolocando a equipe em vantagem.
  • Segundo tempoAs coisas ficaram mais fáceis para o Palmeiras logo na volta do intervalo. Aos três minutos, uma bola cruzada por Dudu na área bateu no braço de Maguinho. O árbitro marcou pênalti. Cristaldo cobrou com sucesso e fez o terceiro. O Capivariano sentiu o golpe e não conseguiu mais voltar a ameaçar o gol de Fernando Prass. A situação, que já era difícil, ficou ainda pior depois que Bonfim recebeu o segundo amarelo, foi expulso e deixou o time visitante com um a menos. Com a situação completamente sob controle, coube ao Palmeiras apenas continuar trocando passes à espera do fim do jogo. Ainda deu tempo de Alecsandro, que entrou no decorrer do segundo tempo, marcar o dele, aproveitando rebote do goleiro Pedro Henrique após chute de Allione.

Destaques

  • Força argentinaCinco dos últimos sete gols do Palmeiras na temporada foram marcados por jogadores argentinos. Cristaldo marcou na derrota por 2 a 1 para a Ferroviária. Diante do Rosario Central, ele e Allione balançaram as redes na vitória por 2 a 0. Neste domingo, os dois voltaram a marcar.
  • Eficiência ofensivaO Palmeiras volta a marcar mais de 2 gols em um jogo no Allianz Parque depois de 10 partidas. A última vez que isso ocorreu foi contra o Inter (3 a 2), no dia 30 de setembro, pela Copa do Brasil.
  • Vitórias consecutivasÉ a primeira vez em 2016 que o Palmeiras conquista duas vitórias seguidas nesta temporada. Também é a primeira vez que o time faz isso no Allianz Parque desde o fim de agosto de 2015, quando bateu Cruzeiro (2 a 1, no dia 19) e Joinville (3 a 2, no dia 30) em sequência.

Melhores

  • Cristaldo, PalmeirasAproveitou mais uma vez a chance que recebeu de Marcelo Oliveira. Eficiente no papel de pivô, participou do primeiro gol do time, marcado por Allione, e ainda fez o terceiro. Atuação decisiva.

Piores

  • Lucas, PalmeirasFalhou muito na marcação, oferencendo espaçcos constantemente aos avanços do Capivariano pelo setor. Foi por ali que nasceu a jogada do gol que o Palmeiras levou no primeiro tempo.

Próximos Jogos - Palmeiras

  1. Palmeiras PAL
    Chapecoense CHA
  2. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  3. Atlético-MG CAM
    Palmeiras PAL
  4. Palmeiras PAL
    Coritiba CTB
  5. Fluminense FLU
    Palmeiras PAL

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos