Dorival minimiza chances perdidas pelo Santos e prefere valorizar criação

Do UOL, em São Paulo

O Santos venceu o Água Santa neste sábado por 1 a 0, mas poderia ter saído de campo se aproveitasse mais as chances que criou, principalmente no primeiro tempo. As falhas na conclusão, porém, não são algo que deixam o técnico Dorival Junior preocupado para a sequência da temporada. 

"As definições, em um dia como hoje, podem não sair do jeito como nós gostaríamos. Mas só de a gente criar como criou já é um ponto positivo. O Santos dificilmente deixa de marcar gol em um jogo", afirmou o treinador depois da partida. 

Ao evitar que algumas das principais oportunidades do Santos resultassem em gol, o goleiro Richard acabou se tornando um dos principais destaques individuais do jogo. Mas o time não teve no segundo tempo o mesmo desempenho que apresentou no primeiro. Nem mesmo estando com um jogador a mais em campo, após o volante André Rocha ter sido expulso.

"No segundo tempo nós não aproveitamos a superioridade porque giramos pouco as bolas de um lado para o outro. Eles foram competentes concentrando os jogadores no miolo de zaga e criaram perigo constantemente, talvez até mais do que na primeira etapa. A nossa impaciência nos obrigou a algumas jogadas mais espetadas, e os contra-ataques deles sempre nos levaram problemas. A gente poderia ter aproveitado melhor a posse de bola para encontrar um companheiro desmarcado em um momento oportuno", analisou o técnico santista. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos