Curinga de Bauza explica novo esquema tático do SP contra a crise

Guilherme Palenzuela

Do UOL, em São Paulo

  • Divulgação

Pela primeira vez em 2016 o técnico Edgardo Bauza vai mudar o esquema tático do São Paulo. Nesta quarta-feira (23) a equipe entra em campo contra o Botafogo, pelo Paulistão, às 21h45, no Pacaembu, e trocará a formação com dois volantes, um meia e dois pontas por uma equipe com três volantes e dois meias. Sem vencer há cinco jogos, o São Paulo que joga contra a crise só terá a nova cara por causa do meia Daniel.

Aos 22 anos, o mineiro Daniel ganha de Bauza a chance para mudar o São Paulo por ser o único jogador do atual elenco que joga como meia armador, mas com caracterísiticas de um segundo atacante: pensa menos o jogo do que Paulo Henrique Ganso, mas se movimenta mais e entra mais na área para finalizar.

Na terça-feira, Daniel explicou à reportagem após o treino como o novo esquema tático do São Paulo funcionará: "Vai ser um 4-3-2-1, com três volantes, mas o Carlinhos sai muito, chega no ataque", disse, pouco depois da entrevista coletiva na qual afirmou que o time vinha jogando com dois pontas muito abertos e que agora, sem pontas, conseguirá ter mais posse de bola.

Na nova formação Daniel fica ao lado de Ganso, e ambos atrás do argentino Jonathan Calleri, centroavante de área. Enquanto Ganso para e pensa o jogo, Daniel tem liberdade para se unir a Calleri como segundo atacante e principalmente tentar desequilibrar com lances individuais. Ele mesmo conta a orientação que recebeu de Edgardo Bauza: "Ele fala pra eu me movimentar muito e principalmente pra sempre partir pra cima da defesa".

Daniel foi contratado no início de 2015 pelo São Paulo, mas mal conseguiu jogar. Por um descuido no fim de 2014 acabou tendo de repetir uma cirurgia no joelho que retardou seu retorno aos gramados. Quando voltou em meio à temporada e às turbulências políticas que afetaram o futebol, com quatro trocas de técnico, não conseguiu uma sequência de jogos. Agora, em 2016, recebe de Bauza a terceira oportunidade.

O São Paulo vive momento delicado. O clube faz a pior campanha de sua história na Copa Libertadores e flerta com a eliminação na fase de grupos, e também tem o pior desempenho dos últimos 31 anos no Paulistão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos