Torcida da Ponte Preta invade treinamento e ameaça jogadores

Bruno Thadeu

Do UOL, em São Paulo

Torcedores da Ponte Preta munidos com pedaços de pau, invadiram o treino que o time fazia neste sábado, no estádio Moisés Lucarelli, e ameaçaram agredir os jogadores. Por sorte, os atletas observaram a grande movimentação que ocorria próximo à lateral e conseguiram escapar a tempo, entrando no vestiário.

Não houve agressão física, conforme informou a assessoria de comunicação da Ponte Preta. A maioria dos invasores pertence a organizadas do clube.

Cerca de 100 torcedores da Ponte se juntaram na entrada do Moisés Lucarelli para protestar. Inicialmente, o protesto tinha como intenção cobrar os jogadores do lado de fora do estádio. Mas um grupo conseguiu acesso por uma entrada lateral, se aproximando dos jogadores. Portas e vidros do estádio foram danificados.

A Polícia Militar foi acionada, mas chegou após os invasores deixarem o estádio. Ninguém foi detido. A diretoria da Ponte Preta consultará pessoas presentes no treino para ajudar na identificação desses torcedores. O Sindicato dos Atletas comunicou que oferecerá assistência jurídica aos jogadores que desejarem levar o caso adiante.

Após o susto, o elenco da Ponte iniciou concentração para a partida contra o Red Bull, domingo, às 18h30, em Campinas.

A Ponte Preta faz campanha irregular no Paulistão e corre risco de rebaixamento. O time possui apenas 13 pontos, na quarta colocação do grupo B.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos