Crise sem fim. Palmeiras sofre quatro gols e perde a 4ª seguida com Cuca

Do UOL, em São Paulo

O Palmeiras vive uma crise sem fim na temporada. Neste domingo, em Presidente Prudente, o time perdeu por 4 a 1 para o Água Santa, na quarta derrota seguida sob o comando de Cuca. A torcida alviverde voltou a cobrar os jogadores, com invasão de campo e gritos de "time sem-vergonha".

A equipe alviverde sofreu três gols em 13 minutos, já na reta final do primeiro tempo. Até sofrer o primeiro gol, o time de Cuca era superior na partida e até mandou uma bola na trave. na bola parada, a equipe de Diadema abriu o placar. Robinho, de pênalti, empatou logo depois. O Água Santa, porém, marcou dois gols em sequência -- o último impedido. Na etapa final, matou o jogo depois de um gol contra de Roger Carvalho.

Com o resultado, o Palmeiras caiu para último no Grupo B. Agora, o time alviverde soma 15 pontos, atrás de Ituano (18), Novorizontino (18), Ponte Preta (16) e São Bernardo (16).

FICHA TÉCNICA
 
ÁGUA SANTA 4 x 1 PALMEIRAS
 
Competição: Campeonato Paulista (12ª rodada)
Local: Paulo Constantino, em Presidente Prudente (SP)
Data: 27 de março de 2016
Horário: 16h
Público: 2.821
Renda: R$ 149.950,00
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli e Osvaldo Apipe de Medeiros Filho
Cartões amarelos: Russo e Bruno Ré (Água Santa); Edu Dracena e Egídio (Palmeiras)
 
Gols: Gustavo, aos 34, Robinho aos 43, Everaldo aos 44, e Bruninho, aos 47 minutos do primeiro tempo; Roger Carvalho (contra), aos 22 minutos do segundo tempo.
 
ÁGUA SANTA: Dheimison; Pedro, Eli Sabiá, Gustavo e Tarracha (Bruno Ré); Russo, Sérgio Manoel, Bruninho (Éder Loko) e Tchô (Rafael Tavares); Everaldo e Francisco Alex. Técnico: Márcio Bittencourt

PALMEIRAS: Fernando Prass; Lucas (João Pedro), Edu Dracena, Roger Carvalho e Egídio; Thiago Santos (Régis), Arouca, Erik (Zé Roberto), Allione e Robinho; Rafael Marques. Técnico: Cuca

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoO Palmeiras começou a partida no campo de ataque e logo acertou a trave. No lance, antes do dois minutos, Robinho avançou pelo meio e bateu da entrada da área. A bola bateu no travessão e voltou para Allione, que não conseguiu concluir. Aos seis, o meia argentino recebeu pela esquerda, chutou para o gol e mandou rente à trave. Nos minutos seguintes, o Palmeiras valorizou a posse de bola, mas não conseguiu assustar o Água Santa. Aos 28 minutos, Thiago Santos pegou a sobra e chutou para fora. Na primeira chegada ao ataque, o time de Diadema abriu o placar: após cobrança de escanteio aos 34, Gustavo levou a melhor sobre Edu Dracena e cabeceou sem chances para Prass. O Palmeiras chegou ao empate aos 43, após Robinho converter pênalti sofrido por Edu Dracena.No lance seguinte, porém, o Água Santa marcou o segundo gol, com Everaldo, que invadiu a área, ganhou de Lucas e bateu na saída de Prass. O Palmeiras ainda sofreu o terceiro: Bruninho recebeu na frente, driblou o goleiro e chutou para o gol vazio.
  • Segundo tempoCuca fez duas alterações no time durante o intervalo: saíram Lucas e Thiago Santos para as entradas de João Pedro e Régis, respectivamente. No primeiro lance de ataque, Robinho quase diminuiu. O chute do meia, porém, explodiu na zaga do Água Santa. Na sequência, Allione perdeu oportunidade de concluir dentro da área. Aos nove, Sérgio Manoel arriscou de longe e viu Prass fazer a defesa. O Palmeiras diminuiu o ímpeto e ainda viu o time de Diadema ampliar o placar. Aos 22, Roger Carvalho marcou contra de cabeça depois de cobrança de escanteio.Cinco minutos depois, Rafael Marques finalizou na área e mandou nas mãos do goleiro. Edu Dracena ainda cabeceou com perigo aos 36 minutos e viu novamente Dheimison fazer a defesa. Aos 40, Everaldo acertou o travessão depois de chute da entrada da área.

Destaques

  • Mais protestos contra o PalmeirasDepois do segundo gol sofrido pelo time alviverde, um torcedor invadiu o campo para protestar contra a equipe. Após o terceiro gol, espectadores voltaram a gritar "time sem-vergonha".O fato se repetiu no segundo tempo.
  • Edu Dracena capitãoO zagueiro atuou pela primeira vez como capitão do time do Palmeiras. Desde a chegada de Cuca, outros três atletas jogaram com a faixa: Zé Roberto (Nacional-URU), Vitor Hugo (Osasco Audax) e Arouca (Red Bull Brasil).

Melhores

  • Robinho, PalmeirasJogador mais lúcido do Palmeiras no jogo. O camisa 27 acertou o travessão logo no começo do jogo e ainda converteu o pênalti quando o time alviverde perdia por 1 a 0.

Piores

  • Edu Dracena, PalmeirasO zagueiro falhou duas vezes no gol do Água Santa. Primeiro, cedeu o escanteio para o time de Diadema. Depois, deixou Gustavo cabecear sozinho no meio da área.

Melhores notas

  • Água Santa
  • Palmeiras
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
4
9,6
Bruno Ré
7
4,3
Thiago Santos
 
6
9,6
Éder Loko
1
4,2
Erik

Próximos Jogos - Palmeiras

  1. Palmeiras PAL
    Chapecoense CHA
  2. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  3. Atlético-MG CAM
    Palmeiras PAL
  4. Palmeiras PAL
    Coritiba CTB
  5. Fluminense FLU
    Palmeiras PAL

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos