Kardec diz que São Paulo era melhor quando tomou gol; santistas discordam

Do UOL, em São Paulo

O Santos saiu na frente do São Paulo no clássico deste domingo, na Vila Belmiro, mas um gol de Alan Kardec aos 37 do segundo tempo empatou o jogo, que terminou 1 a 1. O atacante até tentou não falar em justiça após a partida, mas admitiu entender que seu time era superior quando o adversário abriu o placar.

"Não adianta falar em justiça. O jogo já acabou, mas nós sofremos o gol em um momento no qual nossa equipe estava bem melhor, com muito volume de jogo. Na minha opinião, éramos superiores. Mas acho que a equipe lutou, se dedicou. Sabemos que precisamos ganhar jogos importantes, mas o empate não é mal resultado. Mesmo sem algumas peças importantes, o Santos tem muita qualidade. Valeu pelo empenho. Agora é levantar a cabeça porque sabemos que podemos mais", afirmou Kardec ao Premiere FC.

Os santistas têm ponto de vista bem diferente. "Acho que não foi justo, não", declarou Paulinho. "Pressionamos o São Paulo do começo ao fim, mas erramos em uma bola e sofremos o empate. Mas está tranquilo, fomos bem dentro de casa. Só pecamos um pouco nas finalizações", completou. 

Responsável por balançar as redes pelo Santos, Joel concordou com o companheiro. "Eu fiquei feliz pelo gol, mas triste pelo empate. Por tudo o que fizemos, nós merecíamos a vitória", disse.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos