Ganso volta ao São Paulo. Mas a briga é para estar ao seu lado

Luis Augusto Simon

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari/Folhapress

Depois de cumprir suspensão no clássico contra o Santos, Ganso está de volta. E é a principal arma do São Paulo contra o Linense, em São José do Rio Preto, pela 13ª rodada do Paulista, às 19h30. Uma vitória encaminha a classificação em primeiro lugar. Uma derrota pode ser sinal vermelho.

E, se Ganso é artilheiro, estrela e titular absoluto, a luta por uma posição à sua esquerda está acesa. Quem começa jogando é Daniel, que dá sinais de haver deixado no passado sua série de contusões. Carlinhos, que também tem jogado por ali, estará na lateral-esquerda enquanto Mena não volta das eliminatórias sul-americanas.

Mas há um terceiro elemento nessa luta. Lucas Fernandes, 18 anos, participou dos últimos jogos e agradou muito a Edgardo Bauza. Está se credenciando para jogar aberto, ao lado de Ganso e até para substitui-lo em caso de nova suspensão.

É uma sombra vagando pelo meio-campo do São Paulo. Sombra concreta, baseada em grande porcentagem de acerto de passes e a possibilidade – até agora foi apenas uma tentativa – de chutes de longa distância.

À direita de Ganso, estará Michel Bastos, de volta após contusão e uma conversa cara a cara com Luiz Cunha, o novo diretor de futebol. Michel, que não é bem visto por parte da torcida, fez juras de amor ao clube e prometeu muita dedicação em campo.

Sua presença no time titular se deve também às dificuldades de Centurión em corresponder às chances que teve. Foram muitas, quase todas as partidas lá estava ele.

Com bom aproveitamento apenas quando se fala em ajudar a defesa e impedir o avanço do lateral contrário. Bauza, enfim, chegou à conclusão que é pouco. A impressão que fica é que o São Paulo terá um jogador de R$ 14 milhões na reserva.

Há uma terceira mudança. Rodrigo Caio volta da seleção olímpica e forma dupla de área com Maicon. Lugano vai para o banco. Já se sabia que o uruguaio dificilmente faria três partidas seguidas. No futebol, como na vida, nada é definitivo. Mas é uma tendência que a nova dupla se mantenha.

Depois do Linense, o São Paulo receberá o Oeste e terminará sua participação em Sorocaba, contra o São Bento. São poucas oportunidades para que Bauza mostre que o time tenha mais a mostrar do que a significativa melhora defensiva.

Se ficar só nisso, as mudanças continuarão. E a briga pela companhia de Ganso aumentará.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos