Zagueiro perde pênalti, mas dá vitória ao São Paulo no fim e rebaixa Oeste

Do UOL, em São Paulo

O São Paulo voltou a Morumbi neste sábado e passou sufoco. Depois de sair atrás do Oeste e ir para o intervalo em desvantagem, ouvindo vaias dos seus torcedores por isso, o time chegou à virada e ganhou por 2 a 1 graças a um gol nos acréscimos do zagueiro Maicon.

Foi a redenção do atleta na partida. Isso porque o mesmo Maicon havia perdido um pênalti alguns minutos antes, quando o placar estava em 1 a 1. Hudson foi quem marcou o outro gol do São Paulo, depois de Cristiano ter aberto o placar para o Oeste no primeiro tempo.

Com o resultado, o São Paulo chega a 22 pontos e permanece em segundo lugar do Grupo C, com dois a menos do que o Audax, que soma 24. O Oeste, por sua vez, fica com 12 pontos, é o lanterna do Grupo A e já está rebaixado.

Na última rodada da fase de classificação do Paulista, que será toda realizada no domingo, o São Paulo visitará o São Bento. Antes disso, porém, receberá o Trujillanos na terça-feira, em duelo pela Libertadores. Já o Oeste fechará sua participação no Estaudal contra o XV de Piracicaba, dentro de casa. 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 OESTE

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 02 de abril de 2016, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Osvaldo Apipe de Medeiros Filho (ambos de SP) 
Cartões amarelos: Leandro Santos (Oeste); Calleri, Lucas Fernandes (São Paulo)
Gols: Cristiano (Oeste), aos 43 do 1º tempo; Hudson (São Paulo), aos 9 do 2º tempo; Maicon (São Paulo), aos 45 do 2º tempo

SÃO PAULO: Denis; Bruno (Caramelo), Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes (Lucas Fernandes), Michel Bastos, Paulo Henrique Ganso e Daniel (Kelvin); Calleri
Técnico: Edgardo Bauza

OESTE: Leandro Santos; Léo Príncipe, Brinner, Matheus Salustiano e Fernandinho; Guilherme Amorim (Dionísio), Leandro Mello (Renan Mota) e Elivelton; Mazinho, Cristiano (Ricardo Bueno) e Maurinho
Técnico: Serjão

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO São Paulo dominou a posse de bola desde os minutos iniciais da partida, mas mostrou pouca objetividade. Faltaram movimentações eficientes e criatividade para superar o sistema ofensivo do Oeste, que optou por se fechar atrás. As chances um pouco mais perigosas apareciam em bolas cruzadas para a área, seja pelo alto ou pelo chão. A incapacidade de transformar o domínio em superioridade no placar acabou sendo punida. Aos 43 minutos, em uma das suas raras chegadas ao ataque, o Oeste abriu o placar. Fernandinho cruzou rasteiro para a área. A bola passou pela zaga do São Paulo e encontrou Cristiano, que empurrou para as redes e fez o time da casa ir para o intervalo sob vaias da torcida.
  • Segundo tempoO São Paulo continuou buscando bastante as laterais do campo para atacar. Não apresentou uma mudança tão grande assim em termos de eficiência ofensiva, mas foi desta maneira que chegou ao empate. Aos nove minutos, Bruno cruzou da direita, Hudson desviou e encobriu o goleiro. O gol fez o time crescer. Rodrigo Caio assustou o Oeste com um cabeceio após cobrança de escanteio. Teve ainda um passe para a área que Kelvin não conseguiu completar. Mas a melhor chance apareceu depois que Calleri recebeu passe açucarado de Ganso, entrou na área e foi derrubado por Leandro Santos. Maicon foi para a cobrança, mas viu o goleiro do Oeste defender. Quando o empate era certo, Maicon apareceu para se redimir do pênalti perdido e fazer o gol da vitória são-paulina.

Destaques

  • De volta para a casaFoi o primeiro jogo da temporada que o São Paulo fez no Morumbi, que estava fechado desde dezembro para reformas. As nove partidas como mandante que fez na temporada até então aconteceram no Pacaembu, onde o desempenho foi de seis vitórias e três empates.
  • Falta de pontariaO São Paulo despediçou mais um pênalti na temporada. Foi o quinto erro em seis cobranças que o time teve até agora em 2016. Além de Maicon, também perderam as chances Calleri, Ganso e Michel Bastos (duas vezes).

Melhores

  • Ganso, São PauloAs melhores chances do São Paulo no jogo saíram dos pés dele. O passe para Calleri que resultou no pênalti perdido por Maicon é um bom exemplo disso.

Piores

  • Mena, São PauloApareceu pouco no apoio, mostoru deficiências na hora de cobrir os espaços sem a bola e ainda falhou feio no lance que resultou no gol do Oeste.

Próximos Jogos - São Paulo

  1. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  2. São Paulo SPA
    Ponte Preta PON
  3. Vitória VIT
    São Paulo SPA
  4. São Paulo SPA
    Corinthians COR

Próximos Jogos - Oeste

  1. Oeste OES
    Boa Esporte Clube BOA
  2. CRB CRB
    Oeste OES
  3. Oeste OES
    Náutico NAU
  4. Luverdense LUV
    Oeste OES
  5. Oeste OES
    Londrina-PR LEC

UOL Cursos Online

Todos os cursos