Com dois gols de placa, Santos vence por 5 a 3 e garante liderança do grupo

Do UOL, em São Paulo

Recém-convocado para a seleção brasileira, Ricardo Oliveira voltou ao time na noite deste domingo depois de três jogos ausente. E mostrou o quanto pode ser decisivo. Com dois gols do atacante, um deles um golaço, o Santos superou suas falhas defensivas e venceu o Capivariano na Arena Capivari por 5 a 3, resultado que lhe garantiu a liderança de seu grupo no Paulistão.

Bem no ataque e mal na defesa, o Santos teve trabalho para levar a melhor sobre o Capivariano. E só conseguiu chegar à vitória – depois de ceder dois gols em duas bolas alçadas na área – porque Ricardo Oliveira e companhia deram conta do recado do meio para frente.

Além do centroavante da seleção, que fez o segundo do Santos depois de dar um chapéu no goleiro, quem brilhou também foi o meia Vitor Bueno, que marcou um gol tão bonito quanto o de Ricardo ao dar uma caneta no zagueiro e depois encobrir o goleiro com extrema categoria.

Com o resultado, o Santos chegou aos 29 pontos e abriu cinco em relação ao São Bento, vice-líder da chave e também seu adversário nas quartas de final. Com a liderança garantida, o time da Vila Belmiro terá a oportunidade de decidir o confronto de mata-mata em casa.

Já o Capivariano dá adeus à elite do futebol paulista e, com apenas dez pontos, confirma o rebaixamento para a segunda divisão.

CAPIVARIANO 3 X 5 SANTOS 

Local: Arena Capivari, em Capivari (SP) 
Data: 03/04/2016 (domingo) 
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral 
Auxiliares: Fabrício Porfirio de Moura e Ricardo Pavanelli Lanutto 
Cartões amarelos: Wigor e Jácio (Capivariano), Gustavo Henrique, Vitor Bueno, Vanderlei, Thiago Maia, Elano e Gabigol (Santos) 
Gols: Bruno Maia, aos 22min, Rafael Longuine, aos 26min, Ricardo Oliveira, aos 30min, e Bruno Maia, aos 47min do primeiro tempo; Ricardo Oliveira, aos 13min, Vitor Bueno, aos 21min, Gabigol, aos 42min, e Kleiton Domingues, aos 47min do segundo tempo

CAPIVARIANO
Cléber Alves; Maguinho, Leandro Silva, Bruno Maia e Vicente (Chico); Fabrício Lusa (Kleiton Domingues), Wigor e Jácio; Alex Barros, Rodolfo e Alex (Jeam)
Técnico: Roberto Fernandes 

SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Rafael Longuine (Lucas Crispim), Vitor Bueno e Lucas Lima (Elano); Paulinho (Gabigol) e Ricardo Oliveira
Técnico: Dorival Júnior

COMO FOI O JOGO

  • Primeiro tempoMesmo com a volta de David Braz ao time titular, o Santos sofreu no setor defensivo. Especialmente nas bolas aéreas. Não fosse isso, o time de Dorival Júnior teria ido com dois gols de vantagem para o intervalo. Aos 22min, em cobrança de escanteio, Gustavo Henrique deixou Bruno Maia livre e o zagueiro do Capivariano cabeceou com precisão no canto direito de Vanderlei. 1 a 0. Com mais posse de bola e criatividade que o time do interior, o Santos reagiu e virou a partida. O empate veio logo aos 26min após boa jogada de Paulinho pela direita, cruzamento rasteiro para o meio da área e gol contra de Fabrício. 1 a 1. E menos de cinco minutos depois, Ricardo Oliveira porque vem sendo um dos atacantes da seleção brasileira. Ele recebeu pelo alto de Rafael Longuine, deu um lindo chapéu no goleiro e, sem deixar a bola cair, mandou de cabeça para as redes. Golaço, e 2 a 1 Santos. Porém, a defesa alvinegra voltou a falhar. Depois de cruzamento da esquerda na segunda trave, Vicente ganhou de Zeca, cruzou rasteiro para o meio da área e, após bate-rebate, Bruno Maia finalizou com o pé esquerdo para as redes. 2 a 2.
  • Segundo tempoDepois de quase marcar aos 6min, Ricardo Oliveira não desperdiçou nova chance e colocou o Santos novamente à frente aos 13min. Depois de boa trama pela esquerda, Longuine tocou para Vitor Bueno, que finalizou para defesa de Cléber Alves. No rebote, praticamente sem goleiro, Ricardo Oliveira finalizou para as redes e marcou seu segundo gol. 3 a 2. Já aos 21min, foi a vez de Vitor Bueno fazer um gol de placa na Arena Capivari. Ele deu uma caneta em Vicente e, ao perceber Cléber Alves adiantado, encobriu o goleiro com um toque de extrema categoria. 4 a 2. Já aos 42min, Gabigol, após bom passe de Vitor Bueno, marcar mais um bonito gol ao bater de chapa no canto aos 42min. 5 a 2. Nos acréscimos, Kleiton Domingues ainda descontou para fazer 5 a 3, placar final.

DESTAQUES

  • Ele voltou...Ricardo Oliveira retornou ao time após três jogos de ausência. Ele ficou fora dos últimos compromisso não só pela convocação à seleção brasileiro, mas, também, por precaução, quando foi poupado pela comissão técnica.
  • ColadosMaguinho não largou Lucas Lima praticamente durante todo o jogo. Sempre que o Santos mantinha a posse de bola, lá estava o jogador do Capivariano colado no meia santista.

O MELHOR

  • Ricardo OliveiraFez dois gols, sendo um deles um golaço. Mostrou o quanto é importante ao time do Santos.

O PIOR

  • Gustavo HenriqueFalhou no primeiro gol do Capivariano e se mostrou inseguro durante a partida. Mesmo com a vitória do Santos, acabou sendo o destaque negativo da partida.

Melhores notas

  • Capivariano
  • Santos
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
8
6,0
Bruno Maia
1
9,8
Ricardo Oliveira
 
4
5,6
Alex Barros
5
9,4
Lucas Lima

UOL Cursos Online

Todos os cursos