'Mistão do Santos' vence Audax de virada e mantém invencibilidade na Vila

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

O Santos entrou em campo com sete desfalques e venceu o Audax, de virada, por 2 a 1, neste domingo, na Vila Belmiro, em jogo válido pela última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista. Com isso, o "mistão santista" manteve a invencibilidade do time atuando em seu alçapão.

No Paulistão, a invencibilidade da equipe santista em sua casa é 'assustadora' para os rivais. A última derrota em estaduais ocorreu contra o Palmeiras, em 3 de abril de 2011, quando os santistas perderam por 1 a 0, com gol de Kleber Gladiador, pouco antes de o técnico Muricy Ramalho assumir o cargo em que ficou até o primeiro semestre de 2013.

Os gols do Santos foram marcados por Léo Cittadini e Ronaldo Mendes, que entrou aos 41 minutos do segundo tempo e marcou o gol da vitória santista um minuto depois. Wellington abriu o placar para o Audax com um golaço.

O Santos só cumpriu tabela na última rodada do Paulistão, pois já havia assegurado a primeira colocação do Grupo A e também a segunda melhor campanha da competição. O alvinegro praiano terminou a fase de grupos com 32 pontos e só está atrás do Corinthians na classificação geral do Estadual. No próximo domingo, o Santos encara o São Bento, pelas quartas de final, na Vila Belmiro. 

FICHA TÉCNICA - SANTOS 2 X 1 AUDAX
 
Data e horário: 10 de abril de 2016, às 16h (de Brasília)
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva.
Auxiliares: Vitor Carmona Metestaine e Leandro Fernandes Rodrigues.
Renda: R$ R$ 114.150,00.
Público: 12.368 pessoas.
 
GOLS:
Santos: Léo Cittadini, aos 13 minutos do primeiro tempo, e Ronaldo Mendes, aos 42 do segundo tempo.
Audax: Wellington, aos 43 minutos do primeiro tempo.
 
Cartões amarelos: Zeca (Santos); Sidão, Gabriel Nunes e Tchê Tchê (Audax).
 
Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Luiz Felipe (Ronaldo Mendes), David Braz e Zeca; Léo Cittadini, Vitor Bueno (Joel), Rafael Longuine e Lucas Lima; Patito (Serginho) e Ricardo Oliveira.
Técnico: Dorival Júnior.
 
Audax: Sidão; Francis (Bruno Lima), Yuri, Gabriel Nunes (Renan) e Velicka; Tchê Tchê, Henrique (Samoel), Rodolfo e Mike, Ytalo e Wellington.
Técnico:Fernando Diniz.

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoO primeiro tempo foi bastante movimentado devido a postura ofensiva de Santos e Audax. No entanto, os visitantes foram melhores. Ítalo e Henrique tiveram boas chances de abrirem o marcador, mas o goleiro Vanderlei realizou duas grandes defesas. O Santos, por sua vez, só chegada ao gol do Audax em jogadas pelo lado direito, construídas por Lucas Lima e, principalmente Victor Ferraz. Mas o “último passe”, que sempre procurava o atacante Ricardo Oliveira, deixava a desejar. O Santos também demonstrou fragilidade defensiva por atuar com dois volantes improvisados, já que Longuine e Léo Cittadini são meias de origem. Aos 43 minutos, o Audax abriu o marcador com um golaço. Wellington driblou dois marcadores – Ferraz e Luis Felipe – e chutou forte, rasteiro, na saída de Vanderlei, para fazer 1 a 0.
  • Segundo tempoO Santos melhorou no segundo tempo e empatou o jogo logo no início. Aos 12 minutos, Ricardo Oliveira fez boa jogada e tocou para Léo Cittadini, que chutou de primeira, forte, no ângulo do goleiro para "colocar" a equipe santista na partida. Samoel quase marcou, de cabeça, para o Audax, após cobrança de falta de Rodolfo. A bola passou bem perto do gol de Vanderlei. O Santos só voltou a assustar em chute de Serginho, que bateu cruzado de fora área e a bola saiu pela linha de fundo. A partida "esfriou" um pouco, e a torcida santista pediu a entrada de Joel. Dorival atendeu e colocou o camaronês no lugar de Vitor Bueno. No entanto, no finalzinho, foi Ronaldo Mendes que decretou a vitória do Santos. O meia recebeu passe de Victor Ferraz e chutou forte de perna esquerda.

Destaques

  • Sete desfalquesThiago Maia, Gustavo Henrique, Gabriel Barbosa e Elano, suspensos, e Alison, Paulinho e Renato, lesionados, desfalcaram o Santos no duelo contra o Audax.

Melhores

  • Léo Cittadini, SantosO jovem evoluiu durante o jogo e foi o responsável por inciar a reação do Santos com um belo gol.

Piores

  • Patito Rodríguez, SantosO argentino não causou nenhum perigo ao Audax. Foi inofensivo no ataque e na marcação e, por isso, foi substituído por Serginho.

Próximos Jogos - Santos

  1. Santos SAN
    Santo André SDR
  2. Real Garcilaso RAG
    Santos SAN
  3. Santos SAN
    Corinthians COR
  4. Novorizontino GNO
    Santos SAN
  5. Santos SAN
    São Bento SBE

UOL Cursos Online

Todos os cursos