Corinthians atropela Red Bull, avança e garante vantagem até possível final

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Atropelamento, show ou baile. Qualquer uma dessas palavras pode definir o que o Corinthians fez, neste sábado, contra o Red Bull Brasil. Em casa, o time corintiano não deu a menor chance para os adversários e venceu por 4 a 0 com tranquilidade. O resultado coloca Tite e companhia na semifinal do Campeonato Paulista, além de garantir a eles a vantagem de jogar uma possível final em casa.

Foram dois gols em cada tempo. No primeiro, Giovanni Augusto, de voleio, e André, que encerrou seu jejum, abriram caminho. Na etapa seguinte, Alan Mineiro, que vinha do banco de reservas, ampliou a vantagem e deu assistência para Lucca, com uma linda finalização, selar a goleada na Arena Corinthians. 

O Red Bull tentou fazer uma marcação agressiva no início, mas não mostrou qualquer poder de reação e acabou eliminado no Paulistão, mas segue em ação pela Copa do Brasil. Já o Corinthians vai colocar o foco na Copa Libertadores, pois jogará contra o Cobresal, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). O time já está classificado para as oitavas de final, mas tentará garantir a liderança do grupo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 4 x 0 RED BULL BRASIL

Data: 16/04/2016
Horário: 16h20 (horário de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista
Local: Arena Corinthians
Público: 36.957 pagantes
Renda: R$ 1.948.897 
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Fabrício Porfirio de Moura
Cartões amarelos: Lucca (COR), Maylson (RBB), Carandina (RBB), Roger (RBB) e Guilherme (COR)
Gols: Giovanni Augusto, aos 16min do 1º tempo; André, aos 39min do 1º tempo; Alan Mineiro, aos 11min do 2º tempo; Lucca, aos 23min do 2º tempo

CORINTHIANS
Cássio; Fagner (Edilson), Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Giovanni Augusto (Alan Mineiro), Elias, Guilherme e Lucca (Romero); André. Treinador: Tite

RED BULL BRASIL
Saulo; Everton Silva, Anderson Marques, Diego Sacomam e Drausio; Carandina, Willian Magrão (Igor Sartori), Maylson (Rafael Costa) e Thiago Galhardo (Edmílson); Roger e Misael. Treinador: Mauricio Barbieri

Fases do jogo

  • 1º tempoO Corinthians rapidamente se impôs na Arena, com o domínio técnico da partida desde o começo do jogo. Com a equipe ideal de Tite escalada, fez o primeiro gol já aos 16min, o que desmontou a tentativa do adversário de travar a partida. Em escanteio batido na área, Giovanni Augusto se aproveitou de bola respingada e acertou um bonito voleio, sem chances para Saulo. O Red Bull, também escalado no 4-1-4-1, assustou em finalização de fora da área e teve gol bem anulado de Anderson Marques, por impedimento. Mas era um dia corintiano, e André fez seu gol após bela triangulação de Elias com Fagner. Em velocidade, o lateral passou para o companheiro empurrar para dentro, quase de costas.
  • 2º tempoAlan Mineiro, substituto do lesionado Giovanni Augusto, mostrou ter estrela e poder de decisão. Seis dias depois de fazer seu primeiro gol com a camisa corintiana, ele repetiu a dose ao invadir a área, dividir com o marcador e concluir aos 11min do segundo tempo. O Red Bull trouxe nervosismo ao jogo e alguns de seus atletas chegaram a travar discussões, caso do centroavante Roger. Mas a partida estava ao feitio do Corinthians, e o marcador foi fechado com uma finalização linda de Lucca. Ele recebeu de Alan Mineiro e de primeira colocou a bola na gaveta de Saulo.

Para lembrar

  • André desencantaO centroavante corintiano fez seu primeiro gol desde 6 de março, quando foi expulso diante do Cerro Porteño. A atuação foi discreta, mas o gol ajuda o centroavante a recuperar confiança.
  • Fagner, o garçomO gol de André foi feito com a quinta assistência do lateral direito, agora o principal garçom da equipe em 2016.
  • Que dureza, SauloMarcado por ser o goleiro no famoso clássico Corinthians 7 x 1 Santos em 2005, o camisa 1 do Red Bull acrescentou mais quatro na conta
  • Giovanni Augusto faz na ArenaAutor do primeiro gol do estádio, mas pelo Figueirense, ele fez seu primeiro com a camisa do Corinthians em Itaquera. Foi um golaço, mas ele acabou substituído por lesão

Melhores

  • Fagner, CorinthiansMais uma partida impecável do lateral direito
  • Alan Mineiro, CorinthiansEntrou no lugar de Giovanni, que havia marcado bonito gol, e manteve o nível, com mais um gol e uma assistência

Piores

  • Drausio e Misael, Red Bull BrasilOs dois jogadores deram muito espaço na marcação. O primeiro, escalado como lateral, errou duas vezes no gol de Alan Mineiro

Próximos Jogos - Corinthians

  1. Corinthians COR
    Ferroviária-SP FER
  2. Corinthians COR
    São Paulo SPA
  3. Novorizontino GNO
    Corinthians COR
  4. Santo André SDR
    Corinthians COR
  5. Corinthians COR
    São Bento SBE

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos