Corinthians atropela Red Bull, avança e garante vantagem até possível final

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Atropelamento, show ou baile. Qualquer uma dessas palavras pode definir o que o Corinthians fez, neste sábado, contra o Red Bull Brasil. Em casa, o time corintiano não deu a menor chance para os adversários e venceu por 4 a 0 com tranquilidade. O resultado coloca Tite e companhia na semifinal do Campeonato Paulista, além de garantir a eles a vantagem de jogar uma possível final em casa.

Foram dois gols em cada tempo. No primeiro, Giovanni Augusto, de voleio, e André, que encerrou seu jejum, abriram caminho. Na etapa seguinte, Alan Mineiro, que vinha do banco de reservas, ampliou a vantagem e deu assistência para Lucca, com uma linda finalização, selar a goleada na Arena Corinthians. 

O Red Bull tentou fazer uma marcação agressiva no início, mas não mostrou qualquer poder de reação e acabou eliminado no Paulistão, mas segue em ação pela Copa do Brasil. Já o Corinthians vai colocar o foco na Copa Libertadores, pois jogará contra o Cobresal, na quarta-feira, às 21h45 (de Brasília). O time já está classificado para as oitavas de final, mas tentará garantir a liderança do grupo.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 4 x 0 RED BULL BRASIL

Data: 16/04/2016
Horário: 16h20 (horário de Brasília)
Competição: Campeonato Paulista
Local: Arena Corinthians
Público: 36.957 pagantes
Renda: R$ 1.948.897 
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: Bruno Salgado Rizo e Fabrício Porfirio de Moura
Cartões amarelos: Lucca (COR), Maylson (RBB), Carandina (RBB), Roger (RBB) e Guilherme (COR)
Gols: Giovanni Augusto, aos 16min do 1º tempo; André, aos 39min do 1º tempo; Alan Mineiro, aos 11min do 2º tempo; Lucca, aos 23min do 2º tempo

CORINTHIANS
Cássio; Fagner (Edilson), Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique; Giovanni Augusto (Alan Mineiro), Elias, Guilherme e Lucca (Romero); André. Treinador: Tite

RED BULL BRASIL
Saulo; Everton Silva, Anderson Marques, Diego Sacomam e Drausio; Carandina, Willian Magrão (Igor Sartori), Maylson (Rafael Costa) e Thiago Galhardo (Edmílson); Roger e Misael. Treinador: Mauricio Barbieri

Fases do jogo

  • 1º tempoO Corinthians rapidamente se impôs na Arena, com o domínio técnico da partida desde o começo do jogo. Com a equipe ideal de Tite escalada, fez o primeiro gol já aos 16min, o que desmontou a tentativa do adversário de travar a partida. Em escanteio batido na área, Giovanni Augusto se aproveitou de bola respingada e acertou um bonito voleio, sem chances para Saulo. O Red Bull, também escalado no 4-1-4-1, assustou em finalização de fora da área e teve gol bem anulado de Anderson Marques, por impedimento. Mas era um dia corintiano, e André fez seu gol após bela triangulação de Elias com Fagner. Em velocidade, o lateral passou para o companheiro empurrar para dentro, quase de costas.
  • 2º tempoAlan Mineiro, substituto do lesionado Giovanni Augusto, mostrou ter estrela e poder de decisão. Seis dias depois de fazer seu primeiro gol com a camisa corintiana, ele repetiu a dose ao invadir a área, dividir com o marcador e concluir aos 11min do segundo tempo. O Red Bull trouxe nervosismo ao jogo e alguns de seus atletas chegaram a travar discussões, caso do centroavante Roger. Mas a partida estava ao feitio do Corinthians, e o marcador foi fechado com uma finalização linda de Lucca. Ele recebeu de Alan Mineiro e de primeira colocou a bola na gaveta de Saulo.

Para lembrar

  • André desencantaO centroavante corintiano fez seu primeiro gol desde 6 de março, quando foi expulso diante do Cerro Porteño. A atuação foi discreta, mas o gol ajuda o centroavante a recuperar confiança.
  • Fagner, o garçomO gol de André foi feito com a quinta assistência do lateral direito, agora o principal garçom da equipe em 2016.
  • Que dureza, SauloMarcado por ser o goleiro no famoso clássico Corinthians 7 x 1 Santos em 2005, o camisa 1 do Red Bull acrescentou mais quatro na conta
  • Giovanni Augusto faz na ArenaAutor do primeiro gol do estádio, mas pelo Figueirense, ele fez seu primeiro com a camisa do Corinthians em Itaquera. Foi um golaço, mas ele acabou substituído por lesão

Melhores

  • Fagner, CorinthiansMais uma partida impecável do lateral direito
  • Alan Mineiro, CorinthiansEntrou no lugar de Giovanni, que havia marcado bonito gol, e manteve o nível, com mais um gol e uma assistência

Piores

  • Drausio e Misael, Red Bull BrasilOs dois jogadores deram muito espaço na marcação. O primeiro, escalado como lateral, errou duas vezes no gol de Alan Mineiro

Próximos Jogos - Corinthians

  1. Chapecoense CHA
    Corinthians COR
  2. Corinthians COR
    Atlético-GO ACG
  3. Santos SAN
    Corinthians COR
  4. Corinthians COR
    Racing Club RAC
  5. Corinthians COR
    Vasco VAS

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos