Audax humilha São Paulo, avança à semi e põe pressão em time de Bauza

Do UOL, em São Paulo

O Osasco Audax contrariou o favoritismo adversário e aplicou 4 a 1 no São Paulo neste domingo, no estádio José Liberatti, pelas quartas de final do Paulistão. O resultado reservou ao time comandado por Fernando Diniz uma vaga na semifinal do estadual.

Apesar de um bom início do São Paulo, a goleada do Audax se construiu a partir de falhas defensivas do São Paulo, protagonizadas principalmente por Diego Lugano e Rodrigo Caio.

Agora derrotado, o São Paulo viaja à Bolívia para disputar na quinta-feira a última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, e precisa apenas do empate na altitude para chegar às oitavas de final. Depois da queda no Paulistão, o Tricolor precisará do resultado para não perder o primeiro semestre de 2016.

Com a vitória, o Audax agora aguarda o jogo entre Palmeiras e São Bernardo para conhecer seu adversário na semifinal. O Audax só não enfrentará o Corinthians caso o São Bernardo vença a partida ou caso o Palmeiras se classifique a partir da vitória nos pênaltis. Uma vitória do Palmeiras no tempo normal confirma o confronto entre Audax e Corinthians. 

COMO FOI O JOGO

  • Primeiro tempoOs donos da casa começaram com maior intensidade em Osasco, e o São Paulo demorou alguns minutos para conseguir encaixar a pressão alta. O time treinado por Fernando Diniz, como de costume, fez uso do jogo de posse de bola e passes curtos. Ainda no início, um erro de Rodrigo Caio fez com que Ytalo saísse na frente do gol e finalizasse, para a defesa de Denis. Na sequência, Ytalo tocou na entrada da pequena área para Juninho finalizar e obrigar defesa espetacular do goleiro do São Paulo. O time de Edgardo Bauza respondeu com linda jogada individual de Ganso, que tentou gol por cobertura de fora da área e também viu Sidão fazer boa defesa. O primeiro gol do jogo saiu com Ytalo, que aproveitou bola perdida de Lugano para avançar e finalizar: a bola resvalou na zaga tricolor e entrou. Jonathan Calleri - sempre ele - empatou depois de Michel Bastos roubar bola: o argentino avançou com frieza e tocou por baixo das pernas do goleiro. No fim da primeira etapa, mais uma falha da zaga são-paulina permitiu que Ytalo recebesse na entrada da área e finalizasse de primeira, por cobertura, para fazer o segundo dele no jogo.
  • Segundo tempoO São Paulo voltou do vestiário com intensidade, mas teve os planos dificultados logo no início do segundo tempo. Juninho cobrou falta com força, viu a bola bater na trave, e Mike completou para o gol no rebote: o terceiro do Audax. O gol retornou o comando do jogo para os donos da casa. Minutos depois, Bruno Paulo fez jogada pela direita e quase marcou um golaço ao tentar encobrir Denis. Os problemas do São Paulo fizeram Edgardo Bauza trocar Kelvin e Michel Bastos por Alan Kardec e Centurión. Enquanto pressionava a saída de bola do Audax, o Tricolor até conseguiu dificultar, mas não encontrou oportunidades para concluir com contundência. O quarto gol foi de autoria de Juninho, que aproveitou o rebote após jogada de Mike.

Destaques

  • Sem poupadosO técnico Edgardo Bauza indicou que poderia poupar alguns titulares para o jogo de quinta-feira, na Bolívia, contra o The Strongest, mas isso não se confirmou. O São Paulo foi a campo com time completo - as únicas mudanças em relação à vitória sobre o River Plate foram a entrada de Lugano no lugar de Maicon, por opção técnica, e a troca entre o lesionado João Schmidt por Thiago Mendes.
  • 7 gols em 3 jogosApesar do mau desempenho do São Paulo, Jonathan Calleri chegou ao sétimo gol nos últimos três jogos: foram quatro contra o Trujillanos, dois contra o River e um contra o Audax.
  • Bauza sem vitórias foraO São Paulo ainda não conseguiu vencer fora de casa sob o comando de Edgardo Bauza, em 2016. Na quinta-feira, precisa empatar com o The Strongest para avançar às oitavas de final da Copa Libertadores
  • "Olé!"No fim da partida, depois do quarto gol, a torcida em Osasco gritou até "olé!" enquanto o time vitorioso tocava a bola entre os jogadores são-paulinos

Melhores

  • Ytalo, Audax-SPFez dois gols e ainda participou de outras boas jogadas ofensivas do Audax
  • Tchê Tchê, Audax-SPDeu muita dinâmica ao meio de campo do Audax e dificultou muito o trabalho de Ganso na intermediária ofensiva do São Paulo

Piores

  • Diego Lugano, São PauloFalha dele proporcionou o início da jogada do primeiro gol. No segundo gol, errou junto com Rodrigo Caio na marcação a Ytalo
  • Thiago Mendes, Mais um jogo abaixo do esperado e muito aquém do que produziu em 2015. Deu espaços quando teve que defender e chegou com pouquíssima intensidade ao ataque

Melhores notas

  • Audax-SP
  • São Paulo
Avaliação
dos usuários
do Placar UOL
1
8,2
Ytalo
1
7,6
Calleri
 
5
7,4
Yuri
5
7,3
Paulo Henrique Ganso

Próximos Jogos - São Paulo

  1. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  2. São Paulo SPA
    Ponte Preta PON
  3. Vitória VIT
    São Paulo SPA
  4. São Paulo SPA
    Corinthians COR

UOL Cursos Online

Todos os cursos