Palmeiras bate o São Bernardo por 2 a 0 e revê Santos na semi do Paulista

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

A rivalidade entre Palmeiras e Santos ganhará um novo capítulo no próximo fim de semana. O time alviverde garantiu a vaga na semifinal do Campeonato Paulista ao vencer o São Bernardo por 2 a 0 na noite desta segunda-feira (18), no Allianz Parque, e enfrentará o alvinegro praiano. Na outra semifinal, o Corinthians recebe o Audax. 

Alecsandro e Gabriel Jesus marcaram para o time alviverde. O primeiro saiu já na reta final no primeiro tempo, ao completar cruzamento de Egídio pela esquerda. O gol saiu após uma pressão do São Bernardo. Na segunda etapa, o Palmeiras, que teve o retorno de Dudu -- ele não entrava em campo desde a vitória por 1 a 0 o sobre o Corinthians, no último dia 3 -- fez o segundo nos minutos finais, depois de Gabriel Jesus concluir na área.
 
Palmeiras e Santos se reencontrarão em um jogo decisivo pouco mais de quatro meses depois da final da Copa do Brasil, marcada por provocações mútuas. O jogo único será na Vila Belmiro -- a Federação Paulista de Futebol irá definir as datas das semifinais nesta terça-feira (19). 
 
Os times já se enfrentaram pela primeira fase do Paulistão, ainda em fevereiro, e empataram por 0 a 0 no estádio palmeirense. Os rivais também decidiram o Paulistão do ano passado, com vitória dos santistas nos pênaltis.
 
FICHA TÉCNICA
 
PALMEIRAS 2 x 0 SÃO BERNARDO
 
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 18 de abril de 2016, segunda-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Público: 30.731
Renda: R$ 1.759.380,50
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Eduardo Vequi Marciano
Cartões amarelos: Gabriel Jesus (Palmeiras); João Francisco, Eduardo, Tata Gonçalves e Luciano Castán (São Bernardo)
 
Gols: Alecsandro, aos 36 minutos do primeiro tempo, e Gabriel Jesus, aos 42 minutos do segundo tempo.
 
PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Arouca (Gabriel), Matheus Sales, Robinho (Dudu) e Allione; Gabriel Jesus e Alecsandro (Róger Guedes). Técnico: Cuca
 
SÃO BERNARDO: Daniel; Lucas Newiton, João Francisco, Luciano Castán e Eduardo; Marino, Cañete e Fellipe Mateus (Tata Gonçalves); Walterson, Alyson (Túlio) e Henan (Jefferson Kanu). Técnico: Sérgio Soares

Como foi o jogo

  • Primeiro tempoA primeira chance do Palmeiras saiu logo aos 13 segundos de jogo. Após cruzamento pelo lado esquerdo, Gabriel Jesus cabeceou sozinho para a defesa do goleiro Daniel. Aos oito minutos, o São Bernardo cobrou escanteio pela direita e Fernando Prass afastou o perigo da área. Pouco depois, Eduardo cruzou da esquerda e viu a bola passar por toda grande área. Aos 21, Cañete arriscou chute da entrada da área. Prass defendeu sem problemas no meio do gol. Em seguida, Lucas Newiton recebeu na área, tocou por cima de Prass, mas viu o goleiro fazer a defesa. Aos 36, o Palmeiras reagiu e conseguiu abrir o placar. Egídio bateu falta e Alecsandro desviou de cabeça para marcar o gol. A um minuto do fim do tempo regulamentar, Jean cobrou falta de longe, com força, e obrigou o goleiro a espalmar para escanteio.
  • Segundo tempoAos dois minutos, Egídio cobrou falta da entrada da área e mandou nas mãos do goleiro. Seis minutos depois, Allione arriscou de longe e mandou por cima do gol. No lance seguinte, Gabriel Jesus invadiu a área e cruzou na medida para Robinho. O meia matou a bola e chutou em cima da zaga após a demora na finalização. Cañete, em seguida, bateu forte de fora da área e obrigou Prass a fazer a defesa. O meia ainda assustou o Palmeiras em cruzamento pela direita. A bola passou por todos os jogadores na área, com perigo. Aos 18, Dudu finalizou cruzado e viu o arqueiro salvar o São Bernardo. Pouco depois, Tata Gonçalves quase empatou em jogada na área -- ele foi travado por Thiago Martins. Aos 32, Allione recebeu pela direita, bateu cruzado e quase marcou o segundo. Dez minutos depois, o Palmeiras deu números finais à partida, com Gabriel Jesus, que completou cruzamento rasteiro de Róger Guedes.

Destaques

  • Sinalizadores, nãoO jogo ficou paralisado por quatro minutos, a partir dos 13 do primeiro tempo. O fato se deu porque a torcida do Palmeiras acendeu sinalizadores. O árbitro reiniciou a partida depois que eles foram apagados.
  • Segunda-feiraO Palmeiras voltou a jogar em uma segunda-feira depois de seis anos. A última vez tinha sido contra o Sertãozinho, na Arena Barueri. O time venceu por 3 a 2.

Melhores

  • Alecsandro, PalmeirasO camisa 29 mais uma vez se destacou atuando mais recuado. Além disso, o atacante mostrou muito oportunismo ao marcar um gol de cabeça após cobrança de falta de Egídio.

Piores

  • Allione, PalmeirasO substituto de Dudu não conseguiu render atuando aberto à direita no 4-4-2 de Cuca. Sem aproximação de Jean, o meia argentino foi presa fácil para a marcação.

Próximos Jogos - Palmeiras

  1. Palmeiras PAL
    São Paulo SPA
  2. Atlético-MG CAM
    Palmeiras PAL
  3. Palmeiras PAL
    Coritiba CTB
  4. Fluminense FLU
    Palmeiras PAL

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos