Corinthians volta cair em Itaquera nos pênaltis, e Audax chega à decisão

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians é a mais nova vítima do surpreendente Audax. Depois de eliminar o São Paulo nas quartas de final, o time de Osasco visitou a equipe comandada por Tite neste sábado e avançou para a final do Paulista nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo regulamentar.

Nas cobranças, todos os jogadores do Audax acertaram o gol. O Corinthians até viu André acertar o primeiro pênalti, mas Fágner e Rodriguinho perderam em seguida. 

É o segundo ano consecutivo que o Corinthians se despede do Paulista em Itaquera, na semifinal e após cobrança de pênaltis. Em 2015, a eliminação nesta fase aconteceu diante do Palmeiras, também depois de um empate em 2 a 2.

Foi uma partida muito equilibrada, com as duas equipes buscando sair para o jogo trocando passes, sem rifar a bola em chutões. O Audax balançou as redes em dois golaços, marcados por Bruno Paulo e Tche Tche, que acertaram chutes de fora da área sem chance de defesa para Cássio. O Corinthians contou com o oportunismo de André para empatar nas duas vezes. 

Mais uma vez eliminado do Paulista, o Corinthians agora volta as atenções para a Libertadores. Na quarta-feira, o time enfrenta o Nacional no Uruguai, no primeiro duelo entre as equipes pelas oitavas de final da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS (1) 2 X 2 (4) AUDAX OSASCO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 23 de abril de 2016, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP)
Cartões amarelos: Sidão, Yuri (Audax); Bruno Henrique, Elias (Corinthians)
Gols: Bruno Paulo (Audax), aos 26 do 1º tempo; André (Corinthians), aos 7 do 2º tempo; Tche Tche (Audax), aos 27 do 2º tempo; André (Corinthians), aos 34 do 2º tempo
Pênaltis: Velicka, Tche Tche, Ytalo, Camacho (Audax), André (Corinthians) acertaram; Fagner, Rodriguinho (Corinthians) erraram

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago (Luciano) e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Alan Mineiro (Romero), Guilherme (Rodriguinho) e Lucca; André 
Técnico: Tite 

AUDAX OSASCO: Sidão; André Castro (Bruno Lima), Yuri, Bruno Silva e Velicka; Camacho, Tche Tche e Juninho (Wellington); Mike, Bruno Paulo e Ytalo
Técnico: Fernando Diniz

Fases do jogo

  • Primeiro tempoO Corinthians começou o jogo apertando saída de bola do Audax, que apresentou muita dificuldade em sair para o jogo. Em uma destas vezes em que pressionou o adversário, o time da casa quase abriu o placar: André roubou a bola do goleiro dentro da área e rolou para Alan Mineiro, que chutou em cima da defesa e desperdiçou a chance. Algumas outras situações de risco ocorreram, mas quem tirou balançou as redes foi o Audax. Em uma de suas descidas ao ataque, Bruno Paulo dominou com espaço na esquerda, cortou para o meio e bateu com precisão de fora da área, sem chance de defesa para Cássio. Ao ficar em desvantagem, o Corinthians continuou buscando pressionar a saída de bola do oponente, mas pouco exigiu do goleiro Sidão.
  • Segundo tempoLogo aos dois minutos, André apareceu dentro da área para aproveitar a sobra de bola e bateu com firmeza, mas viu Sidão defender. Mas o atacante se redimiu cinco minutos depois ao marcar de cabeça o gol de empate, após cruzamento de Bruno Henrique que nasceu de uma saída errada de jogo do Audax. A equipe de Osasco não parece ter sentido tanto assim o gol sofrido. Manteve a mesma postura em campo, com maior posse de bola e apostando nos passes de pé em pé até chegar ao campo de ataque. A estratégia foi recompensada com mais um gol: Tche Tche bateu de fora da área, sem chance para Cássio. Novamente em desvantagem, Tite decidiu ousar: colocou o atacante Luciano no lugar do zagueiro Yago. Logo em seguida, veio o empate: em uma descida pela direita, Romero cruzou para André estufar as redes.

Destaques

  • Xodó paraguaioRomero entrou no time do Corinthians no intervalo, substituindo Alan Mineiro. Mas a torcida em Itaquera começou a gritar o seu nome e pedir a sua presença em campo ainda no primeiro tempo, pouco depois do gol do Audax.
  • Gols em ItaqueraDiante do Audax, o Corinthians tomou o mesmo número de gols que havia levado como mandante em todas as outras partidas somadas na temporada. As outras duas vezes em que teve as redes balançadas em Itaquera tinham sido nas vitórias por 2 a 1 sobre Ponte Preta e Capivariano.

Melhores

  • Romero, CorinthiansEntrou muito bem, melhorando o poder de fogo do ataque do Corinthians, transformando o lado direito em uma boa arma para os avanços do time. Deu a assistência para o segundo gol de André.
  • Tche Tche, Audax-SPFoi importante para as saídas de jogo do Audax e foi premiado com um golaço no segundo tempo.

Piores

  • Guilherme, CorinthiansMais uma vez, apareceu muito pouco para ajudar o sistema ofensivo. Apesar de participar da pressão em cima da saída de bola do Audax, não conseguiu ser eficiente nas articulações de jogadas. Foi substituído ainda no intervalo.

UOL Cursos Online

Todos os cursos