Tchê Tchê descarta Santos favorito e cita queda do Corinthians em Itaquera

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O empate em casa por 1 a 1, na primeira partida da decisão do Paulista, não desanimou os jogadores do Osasco Audax. O meia Danilo Tchê Tchê minimizou a força do Santos na Vila Belmiro e lembrou da eliminação do Corinthians em Itaquera na semifinal para justificar o pensamento de que é possível ser campeão fora de casa no próximo domingo (08).

"Lá no estádio do Corinthians tinha 40 mil e não adiantou para eles. O que interessa é o que vamos fazer no gramado", disse Tchê Tchê, autor de um dos gols do Audax no empate em Itaquera na semifinal, à reportagem do UOL Esporte. "A gente vai lá para buscar a vitória, não é arrogância nenhuma, é trabalho. Só a gente sabe o quanto trabalhou para estar onde estamos agora. Vamos para cima".

VEJA OS GOLS DE AUDAX 1 X 1 SANTOS

  •  

De acordo com o meia, que defenderá o Palmeiras após o término do Paulista, o Audax não enfrentou o Corinthians pensando em levar a decisão para os pênaltis. E é dessa forma que a equipe do técnico Fernando Diniz deve entrará em campo contra o Santos no próximo domingo.

"Em momento algum contra o Corinthians nós jogamos para empatar. Tanto é que ficamos duas vezes à frente e eles conseguiram o empate. Se tiver que decidir nos pênaltis, vamos bater com confiança como demonstramos na semifinal", disse Tchê Tche, que evitou falar do time alviverde.

Tchê Tchê ainda falou sobre sua falha no gol marcado pelo Santos na primeira partida da decisão. No lance, o meia errou a saída de bola e viu Ronaldo Mendes empatar a partida após interceptar o passe.

"Nossa profissão é assim: estamos propícios a acertar ou errar. Quando acerta, vêm elogios e quando erra, vêm críticas. Eu estou tranquilo em relação a isso, meus companheiros me apoiaram. Está tudo bem", frisou o meia, que recebeu o apoio do técnico Fernando Diniz após a partida ainda no gramado.

"Pode acontecer com qualquer um. Estamos muito unidos, nossa amizade é muito grande. Foi isso que nos trouxe até aqui. Ninguém agora vai culpar ninguém. Se eu tivesse feito um gol, seria mérito de toda equipe também", completou o jogador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos