Santos paga para 2 renegados o mesmo valor que Audax gasta com todo elenco

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/Santos FC

O futebol ofensivo e de troca de passes podem até ser comparados entre Santos e Audax, adversários na final do Campeonato Paulista deste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, mas a história é outra quando se trata de valores financeiros.

O Audax tem folha salarial de aproximadamente R$ 350 mil. Só o salário de um jogador do trio – Ricardo Oliveira, Lucas Lima e Gabigol – convocado para a disputa da Copa América Centenária, em junho deste ano, nos Estados Unidos, já pagaria o mês do clube de Osasco.

Mas o curioso é que a soma do ordenado de dois atletas que o clube espera pelo fim do contrato ansiosamente já pagaria a folha salarial do Audax. Tratam-se dos atacantes renegados por Dorival Júnior, Patito Rodríguez e Neto Berola, que por opção técnica dificilmente estarão em campo na final do Paulistão.

O argentino é considerado o 'grande peso' do elenco. Patito recebe R$ 250 mil mensais, e irrita a diretoria santista pois faz parte da lista dos contratos considerados prejudiciais ao clube realizados pela antiga gestão, do ex-presidente Odílio Rodrigues, expulso do quadro associativo do clube por gestão temerária.

Patito tem contrato até 20 de julho e já foi avisado que não terá o seu vínculo renovado. Já Neto Berola chegou ao clube em uma troca envolvendo Thiago Ribeiro com o Atlético-MG. O atacante, que ganha cerca de R$ 100 mil, também não foi aprovado e deixará o clube paulista após o término o empréstimo no próximo dia 30 deste mês.

O Santos gostaria, aliás, de contar com dois atacantes do Audax no lugar da dupla de renegados. Bruno Paulo foi oferecido e aprovado por comissão técnica e diretoria, mas o Corinthians foi mais rápido e deve anunciar o jogador na próxima semana. Mike é um sonho de Dorival Júnior, que já trabalhou com o jogador no Internacional-RS em 2012, mas o Santos já foi avisado que o clube gaúcho tem interesse em renovar com o atleta. Mike está emprestado ao Audax até o fim do Paulistão, mas tem vínculo com o Inter até dezembro deste ano.

O jogador do Audax que tem mais chances de vestir a camisa do Santos é o volante Yuri. O clube paulista negocia com o atleta desde a semana passada e espera concluir o negócio após a final do Campeonato Paulista.

O Audax é comandado pelo empresário Mario Teixeira, ex-membro do Conselho do Bradesco, e é presidido pelo ex-volante Vampeta, que se destacou no Corinthians como jogador e foi campeão mundial com a seleção Brasileira em 2002. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos