Após título, Santos espera anunciar 'pacotão' de reforços para o Brasileiro

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

A diretoria do Santos tem uma meta após conquistar o título paulista: anunciar um 'pacotão' de reforços para a torcida, visando o início do Campeonato Brasileiro. O UOL Esporte apurou que a ideia é divulgar de uma vez só o acerto de cinco ou até sete jogadores nesta semana.

Três deles já estão contratados e, inclusive, já assinaram contrato com o clube paulista – o atacante Rodrigão, do Campinense, e os zagueiros Fabián Noguera, do Banfield, da Argentina, e Renan Montanha, do ABC, de Natal. "Fechamos com Rodrigão e Noguera e vamos falar de um argentino amanhã", disse o presidente do Santos Modesto Roma Júnior após a decisão do Paulistão.

Um deles, o atacante argentino, Emiliano Vecchio, que estava no futebol do Qatar, já acertou salários e tempo de contrato, e deve chegar ao Brasil no início desta semana para assinar o vínculo com o Santos. "Vamos atrás do Vecchio. Dorival pediu e trabalhamos para atender", acrescentou Modesto.

Apito final, taça e torcida: veja a festa na Vila Belmiro

  •  

O quinto nome da lista é o volante Yuri, do Audax. O Santos iniciou negociações antes do primeiro jogo da final do Campeonato Paulista. Após a partida em Osasco, o jogador conversou em particular com o técnico Dorival Júnior. Para evitar polêmicas, a diretoria santista 'escondeu' a negociação, mas espera anunciar a revelação do Audax junto com os demais contratados no 'pacotão'.

A diretoria santista também deseja acrescentar mais dois jogadores ao 'pacotão' de reforços. Tratam-se do meia-atacante Thiago Galhardo, que se destacou no Campeonato Paulista pelo Red Bull Brasil, mas pertence ao Coritiba, e o atacante Bruno Lopes, revelação do Criciúma.

O primeiro depende de uma compensação financeira e a liberação de um santista. O Coritiba pediu o meia-atacante Rafael Longuine, mas o Santos não aceitou de início. Outros nomes estão sendo discutidos entre as diretorias.

Já Bruno Lopes só deve chegar com a ajuda de investidores. A diretoria do Santos também estuda um empréstimo até o fim do ano com os valores dos direitos econômicos fixados.

Três gringos poderiam subir o 'pacotão' de reforços para 10 jogadores, mas são considerados sonhos mais distantes devido a concorrência do futebol europeu – casos do atacante argentino Giovani Lo Celso e dos atacantes Marlos Moreno e Jonathan Copete, do Atlético Nacional da Colômbia.

Após a conquista do título, o técnico Dorival Junior admitiu que o clube buscará reforços para o início do Brasileirão, mas também ressaltou que deve buscar alguns atletas da base para compor o

"Claro que teremos que correr atrás, precisaremos de reforços, porque o Brasileiro é complicado, difícil", disse o treinador, em entrevista ao Sportv. "A gente tem uma garotada na base, tentarei valorizar, como estamos fazendo". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos