Festa do Santos tem herói só por 10 minutos e agente detestado na Vila

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

A festa do bicampeonato paulista do Santos ocorreu logo após o título conquistado diante do Audax neste domingo (08), na Vila Belmiro. A comemoração foi feita por jogadores, dirigentes e funcionários do clube no salão de mármore do estádio santista.

O curioso é que o grande herói do título, o atacante Ricardo Oliveira, ficou pouco mais de 10 minutos no local. No ano passado, por exemplo, na conquista contra o Palmeiras, o camisa 9 ficou até o final das comemorações.

Vale lembrar que a festa de 2015, que também aconteceu no salão de festas do clube paulista, foi organizada por Ricardo Oliveira e contou com uma banda gospel. Neste ano, o Santos preferiu contratar um grupo de pagode.

Samir Carvalho/UOL Esporte
Santos trocou festa gospel de 2015 por banda de pagode

A presença mais curiosa na festa foi a do empresário Wagner Ribeiro, que agencia a carreira de duas estrelas do Santos – o atacante Gabriel Barbosa e do meia Lucas Lima.

Wagner Ribeiro já foi bastante perseguido pela torcida santista no passado por ter participado das negociações que tiraram os dois últimos grandes ídolos do clube – Robinho e Neymar.

O agente quase foi considerado 'persona non grata' do clube após um pedido no Conselho Deliberativo. Neste domingo, ele esteve na festa do título do Santos e ficou ao lado de Gabigol, um dos atletas que ele pretende levar ao futebol europeu.

"Realmente houve uma época em que a torcida não compreendia que a mãe do Robinho tinha sido sequestrada e ele queria ir embora do Santos, e depois voltou. O Neymar, ele antecipou o contrato para que o Santos recebesse quase 40 milhões de euros (os valores da venda de Neymar são discutidos até hoje). Agora do Gabigol e Lucas lima, estou fazendo a vontade deles e do Santos. O presidente (Modesto Roma) não quer vender Lucas Lima e aceita vender o Gabriel. Estou trabalhando para isso (vender Gabriel)", afirmou Wagner Ribeiro ao UOL Esporte.

Lucas Lima, aliás, foi um dos poucos jogadores que não compareceu a festa do título santista. O atleta comemorou com o elenco no vestiário, mas não quis comparecer. A assessoria de imprensa do clube não soube dizer o motivo da ausência do camisa 20. 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos