São Paulo faz 5 na Ponte Preta em estreia de Ceni como técnico no Morumbi

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Uma exibição de gala para coroar a estreia de Rogério Ceni como técnico no Morumbi. Foi desta forma que o São Paulo respondeu à estreia frustrada no Campeonato Paulista. Em casa, diante de mais de 50 mil pessoas, o clube tricolor sobrou e goleou a Ponte Preta pelo placar de 5 a 2, com três gols do centroavante Gilberto.

Desde o princípio, o São Paulo sobrou diante do rival de Campinas. Nem o gol da Ponte Preta anotado por Matheus Jesus, no início da partida, abalou a atuação são-paulina. Pressão na saída de bola, intensidade e muita movimentação resultaram em uma virada tranquila, a qual terminou em goleada e aplausos dos torcedores.

O São Paulo, desta forma, conquista a primeira vitória no Campeonato Paulista de 2017 e já assume a liderança do Grupo B do Estadual; na estreia, o time de Rogério Ceni perdeu por 4 a 2 para o Audax. A Ponte Preta fica na lanterna do Grupo D, também com três pontos.

Depois do show, o primeiro grande teste competitivo. O São Paulo retorna a campo na próxima quarta-feira, quando, a partir das 21h45 (de Brasília), terá pela frente o rival Santos, na Vila Belmiro. A Ponte Preta recebe o Botafogo-SP na mesma data, mas às 19h30.

Quem foi bem: Gilberto

Uma chance. Três gols. O corte de Chávez por desgaste muscular abriu espaço para Gilberto protagonizar primeira tarde de futebol neste ano no Morumbi. O camisa 17 são-paulino balançou as redes três vezes e comandou a goleada da equipe de Rogério Ceni. Cueva, mais uma vez, também somou mais uma ótima atuação para o currículo.  

Quem foi mal: Fábio Ferreira e Kadu

A goleada são-paulina deu-se muito por conta da vitória nos duelos individuais sobre a dupla de zaga ponte-pretana. Kadu perdeu duas vezes de Gilberto, e o camisa 17 são-paulino não perdoou. Fábio Ferreira tomou um belo drible de Luiz Araújo. No quinto gol, a defesa observou a bola cruzar a área antes de novamente Gilberto balançar as redes.  

Prazer, Pratto e Jucilei!

Antes de a bola rolar, o gramado do Morumbi recebeu duas caras novas. O atacante Lucas Pratto e o meio-campista Jucilei se apresentaram ao público presente no estádio são-paulino, que recebeu um bom público na tarde deste domingo. O centroavante argentino será oficialmente apresentado nesta segunda-feira, enquanto o meio-campista vestirá pela primeira vez o uniforme na terça-feira.

Daniel Vorley/AGIF

Pressão na saída de bola é recompensada

O São Paulo de Rogério Ceni apresenta uma característica chamativa neste início de trabalho: a pressão na marcação. Eram raros os momentos em que algum jogador da Ponte Preta possuía espaço para pensar e jogar. Dois dos quatro gols nasceram a partir de bolas recuperadas, ambos anotados pelo centroavante Gilberto. 

Vaias pela decisão

A decisão de João Schmidt não renovar contrato com o São Paulo repercutiu mal entre a torcida. O nome do meio-campista, que irá para o Atalanta-ITA no meio do ano, foi vaiado por parte dos torcedores durante o anúncio das escalações. Ficou a mágoa.

Ah, Sidão

O São Paulo teve um trabalho extra para correr atrás da Ponte Preta. Apesar de controlar o ritmo de jogo, saiu atrás do marcador. Matheus Jesus, aos 22min, arriscou de canhota de fora da área e contou com a colaboração de Sidão. O goleiro são-paulino não conseguiu espalmar o chute do ponte-pretano.

Categoria de Rodrigo Caio

A maturidade de Rodrigo Caio impressiona a cada temporada. Nesta tarde de futebol no Morumbi, um lance exemplifica a evolução do zagueiro. Sidão saiu jogando com o camisa 3, que rapidamente recebeu a pressão de um atacante ponte-pretano. A solução do campeão olímpico? Um toque de letra para clarear o jogo para Júnior Tavares.

Chávez é cortado...

Autor de dois dos três gols da equipe tricolor em 2017 - o outro foi marcado por Gilberto, titular nesta tarde - o argentino Chavez acabou cortado da relação, em virtude de um desconforto muscular, e desfalcou o time diante da Ponte Preta.

...substituto embala

Substituto de Chávez, Gilberto usou o domingo para se exibir de maneira inspiradora diante do torcedor são-paulino. Três gols na goleada são-paulina diante da Ponte Preta. Um recado para Lucas Pratto?  

Pottker ignora negociação frustrada

A negociação frustrada entre a Ponte e o Corinthians manteve Willian Pottker definitivamente em Campinas. No primeiro compromisso depois de toda a 'novela' da última semana, o camisa 9 ignorou qualquer abatimento e deu muito trabalho para a defesa são-paulina, especialmente ao lateral-esquerdo Júnior Tavares.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 5 X 2 PONTE PRETA

Data e hora: 12 de fevereiro de 2017, domingo, às 17h (de Brasília)
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Alex Ang Ribeiro
Público e renda: 50.952 pessoas; R$ 1.312.376,00
Cartões amarelos: Cícero (São Paulo); Jeferson, Kadu, Nino Paraíba (Ponte Preta)
Gols: Cueva, aos 32 minutos, Gilberto, aos 44 do primeiro tempo, aos 13 e aos 24 do segundo, e Thiago Mendes, aos 11 do segundo tempo (São Paulo); Matheus Jesus, aos 22 do primeiro tempo, e Lucca, aos 38 do segundo (Ponte Preta)

SÃO PAULO: Sidão; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Jr Tavares; Thiago Mendes (Araruna), João Schmidt, Cícero (Lugano) e Cueva (Shaylon); Luiz Araújo e Gilberto
Técnico: Rogério Ceni

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Kadu, Fábio Ferreira e Jeferson (Artur); Jádson, Naldo e Matheus Jesus (Yago); Lucca, Clayson (Lins) e William Pottker
Técnico: Felipe Moreira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos