Palmeiras desencanta e vence o São Bernardo em noite de críticas a Baptista

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

Foi suado, com vaias, mas o Palmeiras venceu o São Bernardo, no Allianz Parque, nesta quinta-feira (16). Com gols de Dudu e Jean, o time de Eduardo Baptista chegou a seu segundo triunfo no Campeonato Paulista, com um 2 a 0. O treinador, inclusive, foi alvo de pressão por parte da principal torcida organizada alviverde.

Durante o primeiro tempo, a Mancha Verde cantou o nome de Cuca e lançou um aviso ao treinador: "Eduardo, presta atenção, essa torcida quer gritar é campeão". A atitude da organizada gerou uma onda de vaias por parte dos demais torcedores, que discordavam da pressão feita ao atual técnico.

A vitória coloca o Palmeiras na liderança do Grupo C, com seis pontos. O São Bernardo caiu para a terceira posição da chave A.

O Palmeiras volta a campo no próximo domingo (19), fora de casa, contra o Linense. Já o São Bernardo faz clássico contra o Santo André, também longe de seus domínios, no mesmo dia.

Sombra de Cuca

Rubens Cavallari/Folhapress

No fim do primeiro tempo, a maior torcida organizada do Palmeiras passou a criticar o trabalho de Eduardo Baptista. O grupo gritou a seguinte frase: "Eduardo, presta atenção, essa torcida quer gritar é campeão". Em seguida, passou a entoar o nome de Cuca. No mesmo instante o torcedor comum começou a vaiar a atitude dos organizados.

Mudanças fazem efeito

As alterações de Eduardo Baptista surtiram efeito em apenas seis minutos. Aos 13, o  treinador colocou os meias Michel Bastos e Raphael Veiga nas vagas de Róger Guedes e Guerra, respectivamente. Aos 19, Dudu abriu o placar. O treinador ainda trocou Moisés por Keno aos 25 minutos do segundo tempo.

Dudu à esquerda

O meia-atacante voltou à posição habitual na partida desta quinta. No último domingo, o camisa 7 ocupou a faixa direita por um tempo - Eduardo Baptista, por isso, foi criticado nas redes sociais. Contra o São Bernardo, Dudu atacou pela esquerda e só jogou do outro lado em dois momentos do primeiro tempo.

No segundo tempo, foi justamente pela esquerda que o atacante apareceu para aproveitar cruzamento de Jean e marcar o único gol da partida.

Pênalti inexistente dá segundo gol ao Palmeiras

O segundo gol do Palmeiras veio com um pênalti inexistente. Aos 31 minutos do segundo tempo, Marcinho derrubou Dudu, mas o jogador alviverde estava fora da área. Na cobrança da penalidade, Jean tocou no canto esquerdo e balançou as redes do goleiro Daniel.

Camisa 10

A partida válida pela terceira rodada do Paulistão marcou o retorno de Moisés ao time do Palmeiras. O meia foi um dos maiores destaques da equipe na campanha do título brasileiro de 2016. O atual camisa 10 ficou fora dos dois primeiros jogos oficiais do time palmeirense a fim de aprimorar a parte 

Hino

A execução do Hino Nacional voltou a causar confusão. As duas partes foram tocadas com os times perfilados no gramado. Os jogadores das duas equipes, entretanto, ficaram parados até o fim da primeira parte, iniciando os cumprimentos. A segunda parte começou a ser executada até parar completamente na metade do hino 

Cadê Barto?

A WTorre promoveu uma campanha antes e durante o confronto desta quinta-feira. O objetivo era encontrar um torcedor que esqueceu uma camisa no estádio em novembro passado, no jogo do título brasileiro (1 a 0 diante da Chapecoense). O uniforme tinha o nome "Barto" às costas. Um outro espectador achou a camisa nas cadeiras do Allianz Parque e pediu a ajuda da administração da arena para que o dono fosse encontrado.

Boas condições

O gramado do Allianz Parque, que recebeu duras críticas na temporada passada por causa do seu estado, apresentou boas condições de jogo. Nem mesmo as áreas mais usadas apresentaram problemas. 

Más condições

O telão do estádio, em contrapartida, ficou com uma mancha preta antes do jogo, durante a apresentação dos dois times. No começo do primeiro tempo, o problema persistiu - dessa forma, não era possível enxergar o tempo da partida. A imagem ficou completa somente aos 20 minutos do primeiro tempo.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 x 0 SÃO BERNARDO

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 16 de fevereiro de 2017, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Público: 23.708
Renda: R$ 1.238.229,74
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)
Cartões amarelos: Willian e Keno (Palmeiras); Vinícius Kiss e Geandro (São Bernardo)
Gols: Dudu (19'/2ºT) e Jean (32'/2ºT), para o Palmeiras

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Vitor Hugo e Zé Roberto; Felipe Melo; Róger Guedes (Michel Bastos), Moisés (Keno), Alejandro Guerra (Raphael Veiga) e Dudu; Willian. Técnico: Eduardo Baptista

SÃO BERNARDO: Daniel; Eduardo, Edimar, Anderson Conceição e Breno; Geandro, Rafael Costa (Marcinho) e Vinícius Kiss; Walterson (Patrick Veira), Edno e Rodolfo. Técnico: Sérgio Vieira

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos