Dorival entende vaias e garante que Santos "vai se encontrar daqui a pouco"

Do UOL, em São Paulo

Duas derrotas seguidas em casa fizeram o mundo santista cair na cabeça de Dorival Jr. neste sábado (18). O técnico foi xingado de "burro" por alguns torcedores com a bola rolando e ainda teve que ouvir impropérios de um protesto na porta do vestiário. Na entrevista coletiva, o treinador minimizou o mau momento e garantiu que o elenco tem forças para se reestruturar.

"Isso sempre acontece, é só a equipe perder em dois momentos (em casa) — fato que não tinha acontecido conosco ainda, foi a primeira vez. A impaciência, desde que não haja agressão, ela é aceita", compreende o técnico santista. "Mas ninguém pode questionar a qualidade e as condições da nossa equipe, que ainda pode se recuperar e conseguir de novo uma condição melhor no campeonato", lembra.

Com seis pontos, o Santos é terceiro colocado do grupo D do Campeonato Paulista (está atrás de Mirassol e Ponte Preta). A equipe estreia na Copa Libertadores em menos de vinte dias, contra o Sporting Cristal-PER, estreando na fase de grupos. Entendendo o má fase como natural, Dorival Jr. garante que a equipe não entrará em parafuso.

"O Santos vai se encontrar daqui a pouco e tudo será como sempre foi. Mesmo nestes momentos ruins, a equipe fez duas partidas boas e teve um domínio considerável contra dois adversários difíceis", avalia, pregando que o Peixe tenha calma para "buscar a normalidade dentro da competição".

"Nosso grupo é equilibrado, e fatalmente todas as equipes terão as mesmas dificuldades que nós temos", aposta Dorival, cobrando que o Santos enfrente a turbulência "com tranquilidade, de peito aberto".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos